B3 recua com exterior no radar dos investidores

  •  
Ibovespa recua com exterior no radar dos investidores (Foto: Divulgação) Ibovespa recua com exterior no radar dos investidores

O principal índice acionário da BM&FBovespa, a B3, opera com perdas nesta sexta-feira, 09, pressionado por dados externos e feriado no Brasil. Há pouco, o índice, operava com queda de 1,70%, aos 80.145 pontos. O giro financeiro da bolsa marcava R$ 6.817 bilhões.

Entre as oscilações positivas em destaque na sessão estão os papéis da Smiles (ON) que avançavam 1,10% e a Vale (ON) que apresentavam alta de 0,05%. Em contrapartida, entre os destaques negativos, estão os papéis da Lojas Renner (ON), que decaíram 1,83% e da Ecorodovias (ON) que recuavam 0,43%.

Agenda

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira, 09, que dezembro de 2017, o volume de vendas do comércio varejista nacional recuou 1,5% frente a novembro, na série com ajuste sazonal, após avançar 1,0% em novembro. 

De acordo com o IBGE, as quedas mais acentuadas foram nos setores de Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-6,3%); Livros, jornais e papelaria (-4,0%) e Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-3,0%). 

Por outro lado, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na cidade de São Paulo, registrou alta de 0,55% na primeira semana de fevereiro, contra os 0,46% registrados na última semana de janeiro.

Exterior

No exterior, o destaque ficou por conta da China. O Índice de Preços ao Consumidor chinês (IPC), um dos principais indicadores da inflação, avançou 0,6% em janeiro, na comparação com o mês anterior, segundo dados do Escritório Nacional de Estatísticas da China. 

Contudo, o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) chinês recuou para 4,3% em janeiro deste ano, um resultado abaixo do esperado pelo mercado (+4,4%).

E para finalizar, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou nesta sexta-feira a lei orçamentária aprovada nesta madrugada pelo Congresso, pondo fim ao segundo fechamento administrativo sofrido por seu governo em apenas um mês. 

(MR – Agência IN)