Banco Inter aprova Programa de Units

  •  
Banco Inter aprova Programa de Units Foto: Divulgação Banco Inter aprova Programa de Units

O Banco Inter S.A. (BIDI4), em complemento ao fato relevante divulgado em 11 de junho de 2019, informa que foi aprovado, no dia 3 de julho, pelo Conselho de Administração do Banco, o Programa de Emissão de Certificados de Depósito de Ações do Banco para a formação de units, destinado aos acionistas da Companhia, conforme competência outorgada pela Assembleia Geral Extraordinária do Banco realizada em 26 de junho de 2019 (“AGE”).

Para viabilizar a efetivação do Programa de Units, será facultado aos acionistas a conversão voluntária de suas ações ordinárias em ações preferenciais e/ou ações preferenciais em ações ordinárias, nas quantidades estritamente necessárias para viabilizar a formação das Units.

A Conversão de Ações deverá ocorrer durante o período compreendido entre os dias 08 e 15 de julho de 2019, observados os limites legais da proporção entre o número de ações ordinárias e preferenciais de emissão do Banco e a proporção da participação de cada acionista no capital social total do Banco.

Durante o Período de Conversão de Ações, a B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão e o Banco Bradesco S.A., na qualidade de escriturador das Units e das ações de emissão do Banco, instituirão procedimentos específicos a serem seguidos pelos titulares de ações de emissão do Banco lá custodiadas e que desejarem realizar a Conversão de Ações, conforme indicados no Programa de Units.

A Conversão de Ações e a Formação/Emissão de Units serão efetivadas imediatamente após a aprovação, pelo Banco Central do Brasil, da ata da assembleia geral extraordinária do Banco que deliberar sobre o resultado da Conversão de Ações e do Programa de Units pelo Banco Central, a qual ocorrerá em 17 de julho de 2019.

A efetiva Conversão de Ações e a Formação/Emissão de Units na conta de custódia dos investidores será realizada no dia útil seguinte à referida aprovação pelo Banco Central do Brasil.

A efetivação do Programa de Units está condicionada à adesão de acionistas titulares de ações representativas de, pelo menos, 40% das ações preferenciais de emissão do Banco e à ausência de qualquer impedimento operacional perante o Banco Central do Brasil, a B3 e/ou o Escriturador com relação à implementação da Conversão de Ações e Formação/Emissão de Units, até o dia 15 de julho de 2019. Uma vez não atingido o Percentual Mínimo, ou em caso de qualquer impedimento, o Programa de Unitsserá automaticamente cancelado e o Banco divulgará um Fato Relevante informando aos seus acionistas e ao mercado em geral a respeito do cancelamento.

As ações, após convertidas, conferirão a seus titulares os mesmos direitos, vantagens e restrições das demais ações de emissão do Banco da mesma espécie para a qual forem convertidas, inclusive em relação ao pagamento de dividendos, juros sobre o capital próprio e quaisquer outras bonificações, pagamentos ou proventos a que possam fazer jus. As Units, após sua formação conferirão a seus titulares os mesmos direitos, vantagens e restrições das ações de emissão do Banco por elas representadas, inclusive em relação ao pagamento de dividendos, juros sobre o capital próprio e quaisquer outras bonificações, pagamentos ou proventos a que possam fazer jus.

Caso o atendimento das solicitações de Conversão de Ações efetuadas durante o Período de Conversão resulte na emissão de ações preferenciais em quantidade superior a 50% (cinquenta por cento) do capital social do Banco, em razão de excederem o limite legal, tais solicitações serão atendidas até o alcance deste limite legal, proporcionalmente, para todos aqueles que tiverem realizado tais solicitações.

(Redação - Investimentos e Notícias)