Coelba anuncia nova instituição depositária das ações da companhia

  •  
Coelba anuncia nova instituição depositária das ações da companhia Foto: Divulgação Coelba anuncia nova instituição depositária das ações da companhia

A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia S.A., comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral que, a partir de 21 de fevereiro de 2020, o Itaú- Unibanco S.A. passará a ser a instituição financeira depositária das ações escriturais de emissão da Companhia, em substituição ao Banco do Brasil S.A.. A partir da referida data, o atendimento aos titulares de ações será realizado por meio da rede de agências do Itaú, presente em todo o território nacional.

Os acionistas com ações em custódia na B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão continuarão a ser atendidos normalmente pelas suas respectivas corretoras de títulos e valores mobiliários e/ou agentes de custódia, não havendo interrupção da negociação das ações da Companhia.

Devido ao processo de migração na prestação de serviços, entre os dias 18 de fevereiro de 2020 e 20 de fevereiro de 2020, os seguintes procedimentos de atendimento aos acionistas pelo Banco do Brasil ficarão suspensos: consultas de posição acionária; transferência de ações fora do ambiente de bolsa de valores; transferência de custódia de ações; pagamentos de eventuais proventos pendentes; atualização cadastral e registro de gravames; entre outros. Todos os processos serão regularizados prontamente no dia 21 de fevereiro, data de inicio de prestação de serviços pelo Itaú.

Com relação às ordens de transferência de ações (movimentação de custódia) cujo bloqueio tenha sido efetuado pelo Banco do Brasil, sem que o respectivo depósito tenha ocorrido, serão repassadas ao Itaú para conclusão regular do processo.

A presente mudança não implicará, sob qualquer hipótese, qualquer alteração nos direitos conferidos às ações, inclusive dividendos, e eventuais remunerações de capital e eventuais pagamentos serão realizados na mesma conta corrente previamente indicada por cada acionista.

(Redação - Investimentos e Notícias)