Saraiva Livreiros anuncia aumento do capital social

  •  
Saraiva Livreiros anuncia aumento do capital social (Foto:Divulgação) Saraiva Livreiros anuncia aumento do capital social

A Saraiva Livreiros anunciou que foi de liberado o aumento do capital social da Companhia, dentro do limite do capital autorizado, e a emissão de bônus de subscrição da Companhia, dentro do limite do capital autorizado, conforme disposto no artigo 8º do Estatuto Social da Saraiva. 

A emissão de, no mínimo,2.001.351 novas ações, sendo 720.459 ações ordinárias e 1.280.892ações preferenciais, no valor total mínimo de R$ 2.901.958,95 (“Limite Mínimo”), e, no máximo, 25.122.069 novas ações, sendo 9.043.603 ações ordinárias e 16.078.466 ações preferenciais, no valor total máximo de R$ 36.427.000,05 (“Limite Máximo”), admitida a subscrição parcial e a consequente homologação do aumento de capital social da Companhia caso seja verificada a subscrição de novas ações correspondentes, no mínimo, ao Limite Mínimo(“Aumento de Capital”). 

Caso seja aprovado o Limite Mínimo de Aumento de Capital, o novo capital social será de R$ 285.900.539,93;caso seja aprovado o Limite Máximo de Aumento de Capital, o novo capital social será de R$ 319.425.581,03. O presente Aumento de Capital se insere no contexto do Plano de Recuperação Judicial da Companhia aprovado em 29/08/2019 e homologado, em 04/09/2019, pelo Juízo da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Foro Central da Comarca de São Paulo, Estado de São Paulo, nos autos da ação de recuperação judicial que tramita sob o nº 1119642-14.2018.8.26.0100 (“Plano de Recuperação”).O Aumento de Capital, portanto, observa integralmente as diretrizes fixadas no Plano de Recuperação, respeitando todo os seus termos.

O preço de emissão será de R$ 1,45 (“Preço de Emissão”) e foi fixado levando-se em consideração a perspectiva de rentabilidade da Companhia, nos termos do artigo 170, §1º, I, da Lei nº 6.404/76 (“Lei das S.A.”),conforme o laudo de avaliação econômica da Companhia, o qual foi emitido, em 31/10/2019, pela Apsis Consultoria Empresarial Ltda. (“Laudo de Avaliação”).

(Redação – Investimentos e Notícias)