Conheça 7 informações-chave sobre renda fixa

As aplicações em Renda Fixa são cada vez mais procuradas pelo investidor. Segundo a Cetip - a integradora do mercado financeiro e maior câmara de ativos privados de Renda Fixa da América Latina -, milhões de pessoas físicas e jurídicas possuem esse tipo de aplicação registrada.Mas o que é Renda Fixa? Quais são as informações importantes relacionadas a este tipo de investimento?

BB pretende fomentar mercado secundário de renda fixa no país

O Banco do Brasil lançou neste mês a nova versão do Home Broker BB. A plataforma eletrônica conta agora com dois ambientes distintos. A inovação é o lançamento do módulo de negociação de ativos de renda fixa, que tem como sua principal funcionalidade o registro de ordens de compra e venda de debêntures. O outro ambiente, já conhecido do público, permite a negociação das ações listadas na BM&FBovespa e outros ativos de renda variável, tais como cotas de Fundos Imbiliários e ETF's. O novo módulo de renda fixa foi desenvolvido com leiaute semelhante ao módulo de renda variável, buscando tornar ainda mais fácil e simples a navegabilidade dos usuários. Em breve, os ativos CRI e CRA também serão incorporados.

 

Para Cemec, debêntures 476 devem continuar ganhando espaço

Grande parte das empresas brasileiras, em especial pequenas, médias e aquelas que não têm capital aberto, ainda não acessa o mercado de dívida para se financiar. No entanto, para Carlos Rocca, professor do Centro de Estudos de Mercados de Capitais (Cemec), esse cenário tende a mudar ao longo dos próximos anos.

CRA é alvo de investidor pessoa física

A última emissão de Certificados de Recebíveis Agrícolas (CRAs) no mercado brasileiro foi arrematada por mais de 2 mil investidores pessoa física. A apuração é da Cetip, maior depositária de títulos privados de renda fixa da América Latina e maior câmara de ativos privados do País, responsável pelo depósito de 99,7% do total da emissão, que atingiu recorde histórico no mercado com R$ 675 milhões captados pela Raízen e foi securitizada pela Gaia.

Cetip: Títulos corrigidos pela inflação ganham espaço

Em momentos marcados por incertezas macroeconômicas, como o atual, o investidor além de buscar ativos com bom retorno tem em mente um segundo aspecto relevante no processo de decisão. A inflação, que nos últimos 12 meses já estourou o teto da meta, de 6,50% ao ano.

Juros mais altos alteram perfil de investimentos no Brasil

O novo cenário da economia nacional, com juros mais altos, altera o perfil de investimentos dos brasileiros. Ao mesmo tempo em que a renda fixa se torna mais interessante, a Bolsa de Valores pode abrigar mais ações com preços baratos, fortalecendo a perspectiva de alta a longo prazo. Para Fernando Araujo, gestor da FCL Capital, a variação dos juros reais no Brasil nas últimas décadas tem sido cíclica, com momentos de alta e de baixa, mas sempre seguindo uma tendência de queda a longo prazo.

Assinar este feed RSS