Alckmin e PSD fecham aliança para candidatura à Presidência

  •  
Alckmin e PSD fecham aliança para candidatura à Presidência Foto: Divulgação

Faltando três meses para as eleições 2018 que anunciarão o novo presidente da República, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, que é filiado ao PSDB, anunciou um acordo com o PSD para a disputa presidencial. O anúncio oficial só deverá acontecer durante a convenção do partido, no dia 28 de julho ou 4 de agosto.

Com a parceria, Alckmin poderá usufruir do tempo que a legenda terá direito nas propagandas eleitorais do rádio e da TV, que representam 7% da fatia das propagandas por meio de veículos de comunicação.

Os tucanos estão tratando o acordo como uma vitória política importante, visto que a candidatura de Alckmin ainda gera desconfiança em potenciais aliados. Além disso, ainda há a informação de que o PSDB precisou abrir mão de lançar candidatos ao governo para apoiar nomes do PSD. Tudo para conseguir manter a aliança entre os partidos.

Vale lembrar que o ex-governador de São Paulo está em busca de cumprir a meta traçada inicialmente por seus aliados, de formar até este mês um grupo com pelo menos quatro partidos médios e grandes, embora Geraldo Alckmin não tenha, até o momento, atingido bons números nas pesquisas de intenção de voto.

PPS, PTB e PV já prometeram apoiar o tucano, o que pode vir a garantir cerca de 20% do tempo reservado para os candidatos à Presidência no horário eleitoral.

(Redação - Investimentos e Notícias)