App Poder do Voto está disponível para Apple e Android

  •  
Usuários podem escolher os parlamentares e acompanhar seus posicionamentos em leis que estarão em debate na volta dos trabalhos no Congresso Foto: Divulgação Usuários podem escolher os parlamentares e acompanhar seus posicionamentos em leis que estarão em debate na volta dos trabalhos no Congresso

O aplicativo Poder do Voto (www.poderdovoto.org), que tem como objetivo trazer ao eleitor brasileiro mais clareza da representação política através da conexão virtual e do acompanhamento voto a voto dos parlamentares, acaba de ser disponibilizado para download gratuito na App Store e na Google Play.

Com ele, o cidadão terá condições de escolher um deputado e até três senadores para acompanhar as suas posições, expressas pelos seus votos nas comissões e no plenário, ao longo do mandato. Sempre que um projeto de lei relevante estiver próximo da fase de votação na Câmara ou Senado, os usuários serão estimulados a manifestar suas opiniões e os parlamentares receberão diariamente um relatório com o consolidado, gratuitamente.

O fundador e CEO do Poder do Voto, Mario Mello, informou que algumas leis relevantes que estarão em discussão na volta dos trabalhos no Congresso Nacional já poderão ser acompanhadas a partir desta semana por meio do aplicativo. Ele explicou que embora o foco da política nacional neste momento esteja mais voltado para as eleições, o contato do usuário com a ferramenta será importante para aculturamento das pessoas e a evolução do próprio sistema. “Os eleitores já começarão a experimentar a sensação de uma atuação mais efetiva na política. Enquanto isso, vamos monitorar as interações para evoluir a dinâmica do funcionamento e a necessidade de algum ajuste para oferecer a máxima efetividade no período pós eleição, que é o momento no qual acreditamos que o aplicativo poderá impactar a política de uma forma verdadeiramente transformadora”, diz.

Por meio do Poder do Voto os usuários poderão apontar se são favoráveis ou contrários aos projetos e depois compararem seus posicionamentos com os votos reais dos congressistas. Assim, conseguirão medir com maior consistência se os parlamentares estão ou não defendendo os seus ideais no exercício dos mandatos. Tudo gratuito, sem fins lucrativo e com proteção de uso dos dados colhidos. A promessa do Poder do Voto é colocar na palma da mão do cidadão o mapa do mandato dos seus representantes no que realmente importa: as posições nos temas relevantes para ele.

“Colocar o aplicativo à disposição do público significa o encerramento de uma etapa importante do desenvolvimento da ferramenta e o estabelecimento do diálogo com os diversos parceiros, que chamamos das comunidades. Agora tem início outra etapa ainda mais desafiadora que é o do engajamento. É um grande desafio, mas estamos estimulados com a possibilidade de contribuir para um maior acompanhamento do debate político pelo cidadão”, afirma o cofundador do Poder do Voto e responsável pelas parcerias com as Comunidades fornecedoras de conteúdo, Paulo Dalla Nora.

Por meio de inteligência artificial, big data e interação via API com o Congresso Nacional, o projeto pretende fazer a ligação entre o eleitor e seus representantes parlamentares permitindo que, mesmo sem deixar de lado suas atividades diárias, as pessoas possam influenciar nas votações de projetos de seu interesse.

Através de seus telefones celulares, os usuários poderão dizer como querem que os deputados e senadores votem em cada situação e avaliar o quanto isto estará sendo feito como critério para escolha em futuras eleições. O aplicativo permite ainda aos parlamentares uma aproximação direta com seus eleitores, conhecendo suas opiniões e podendo inclusive explicar seus posicionamentos diretamente a eles, sem a necessidade de intermediários, como a imprensa, por exemplo.

Trata-se de um projeto sem fins lucrativos, criado por Mario Mello, ex-diretor geral do PayPal para a América Latina, Paulo Dalla Nora, empreendedor ligado a inovação em energia renovável, e Gustavo Castro, fundador do De Vivo, Whitaker e Castro Advogados.

O Poder do Voto não tem qualquer filiação partidária ou ligação com entidades do mundo político. É um projeto mantido por doações apenas de pessoas físicas. Os dados colhidos pela aplicativo não poderão ser vendidos nem cedidos a nenhum partido político, candidato ou instituto de pesquisa e são propriedade exclusiva da Associação Poder do Voto.

(Redação - Investimentos e Notícias)