Novo pede mais uma vez para TSE barrar Lula no horário eleitoral

  •  
Novo pede mais uma vez para TSE barrar Lula no horário eleitoral Foto: Divulgação

O Partido Novo reforçou o pedido ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para barrar a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no horário eleitoral. O pedido de registro de Lula é alvo de 16 contestações no TSE, sendo uma delas do Novo, que lançou o empresário João Amoêdo na corrida pelo Palácio do Planalto.

Lula foi preso e condenado no âmbito da Operação Lava Jato e, com isso, a discussão é se ele poderá participar do horário eleitoral no rádio e na televisão, que começa nesta sexta-feira, 31.

Na petição protocolada nesta quarta, 29, o Novo reitera o pedido para suspender os direitos de Lula realizar gastos de recursos oriundos do Fundo Partidário e do bilionário Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC).

Além disso, o partido ainda solicita que seja impedida a participação do petista em debates, que seja totalmente barrada a realização de qualquer tipo de propaganda eleitoral, além de também solicitar o veto da destinação de tempo para que Lula participe da propaganda eleitoral no rádio e na televisão.

Lula e o PT aguardam a decisão do TSE sobre a oficialização de sua candidatura à Presidência da República.

(Redação - Investimentos e Notícias)