Dinheiro de fundos de pensão pode ter sido desviado para partidos

Em depoimento encerrado há pouco à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Fundos de Pensão, Carlos Alberto Costa, ex-braço-direito do doleiro Alberto Youssef, confirmou que, dos R$ 13 milhões investidos pela Petros na Indústria Metais do Vale (IMV), foram desviados R$ 3 milhões para pagamento de propinas. "O dinheiro foi sacado da empresa IMV e entregue a Claudio Mente", afirmou. O empresário Claudio Mente, segundo Costa, teria ligação com João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT.

PP, PTB, PHS e PSC formam o maior bloco de partidos na Câmara

Após o PMDB anunciar sua saída da articulação do bloco formado com os partidos PP, PTB, PSC, PHS e PEN, na Câmara dos Deputados, os líderes do PTB, Jovair Arantes (GO); do PP, Eduardo da Fonte (PE); do PSC, André Moura (SE); e do PHS, Marcelo Aro (MG), anunciaram hoje (7) a formação de um novo bloco partidário na Casa.

Supremo mantém prazo de cinco anos para fusão de partidos

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (30) manter a validade da Lei 13.107/2013, que fixou prazo de cinco anos para fusão ou incorporação de partidos políticos após o registro na Justiça Eleitoral. O tribunal rejeitou pedido do PROS, criado em 2013, por considerar inconstitucionais alterações promovidas pela nova norma na Lei dos Partidos Políticos.

Assinar este feed RSS