Brasileiros se sentem mais auto confiantes para iniciar carreira profissional, aponta pesquisa

  •  
Jovens estão buscando fazer a diferença de alguma forma dentro das companhias Divulgação Jovens estão buscando fazer a diferença de alguma forma dentro das companhias

Estudantes brasileiros, alemães, romenos e chineses esperam conciliar vida profissional com a pessoal. É o que apontou uma pesquisa recentemente realizada pela empresa Continental. Mil alunos de cada país fizeram parte do estudo, o qual foi possível aferir
que, no caso Brasil, 80% da população demonstrou estar auto confiantes e preparados para ingressar numa carreira. No item que analisa as prioridades dos alunos, os jovens do nosso país colocam como essenciais: a própria segurança financeira, seguido pela disponibilidade de tempo para estar junto a família em atividades de lazer.

Para a gerente do 99jobs.com, empresa que atua para inserir o jovem no mercado de trabalho, Bárbara Teles, o salário não deve ser o fator preponderante na hora de decidir por uma carreira. Bárbara ressalta ainda que trabalhar horas a mais e não ter vida social não está entre os objetivos dos estudantes. Ela considera ainda o fato deles quererem cada vez mais cedo sua liberdade, apesar de estarem mais conscientes de que existem várias coisas a serem consideradas.
Outros dados divulgados pela pesquisa revelam que 78% dos brasileiros disseram estar dispostos a aceitar uma oportunidade de emprego fora do país, ao passo que 55% admitem que o que mais pesa na balança para não mudar seria uma remuneração fora da média.
Os jovens estão buscando fazer a diferença de alguma forma, e procuram se engajar com a empresa a qual trabalha, finaliza Bárbara.

(Redação- Agência IN)