Via Varejo realiza emissão de debentures de R$ 1 bi

A Via Varejo, dona das marcas Casas Bahia, Pontofrio e Extra.com.br, anuncia a emissão pública de debêntures simples atrelada a metas de sustentabilidade (ESG), não conversíveis em ações, com vencimento em até cinco anos, no valor de R$ 1 bilhão. Esta é a primeira emissão do tipo da companhia - e por qualquer empresa do setor - com condições atreladas ao cumprimento de metas de sustentabilidade.

Vendas da Via Varejo crescem 20,2% no Natal 2020

A Via Varejo anunciou um crescimento do GMV de 20,2% no Natal 2020 impulsionado pelo forte desempenho das vendas do e-commerce (1P+3P) que apresentaram evolução de 125,2% a/a no período de 19 à 25 de dezembro de 2020.

Via Varejo anuncia EBITDA Ajustado de R$ 1,2 bi no 3T20

O EBITDA Ajustado da Via Varejo foi de R$ 1,2 bilhão no terceiro trimestre de 2020, com margem de 15,3%, 11,4 p.p. acima do 3T19. Ao excluir fatores não recorrentes, o EBITDA Ajustado operacional no 3T20 atingiu R$ 627 milhões, com aumento expressivo frente ao 3T19, e a margem EBITDA ajustada operacional do período foi de 8,0%, 2,7 p.p superior ao 3T19.

Via Varejo apresenta lucro líquido contábil de R$ 65 mi

O EBITDA Ajustado operacional da Via Varejo no 2T20 atingiu R$314 milhões, com aumento de 76,0% frente ao 2T19, e a margem EBITDA ajustada operacional do período foi de 5,9%, 2,9 p.p superior ao 2T19. A melhora significativa da performance foi resultado da excepcional venda do canal online, a evolução de margem de produtos e as ações de redução de despesas fixas e variáveis. Lembrando que a linha de Outras Despesas e Receitas Operacionais, em sua maioria, se refere a reestruturação e fechamento de lojas.

Via Varejo aprova emissão de debêntures

A Via Varejo anunciou que o Conselho de Administração da Companhia aprovou, em reunião realizada em 18 de junho de 2020, dentre outras matérias a 5ª emissão pública de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em duas séries, da Companhia, para distribuição pública com esforços restritos de distribuição, nos termos da Instrução da CVM nº 476, de 16 de janeiro de 2009, conforme alterada (“Debêntures” e “Emissão”, respectivamente); e a autorização para possível aquisição, pela Companhia, de até 100% das notas promissórias comerciais da 2ª emissão da Companhia, a ser realizada através de uma oferta pública de aquisição a ser lançada pela Companhia em benefício de todos os titulares das referidas notas promissórias comerciais, com o consequente cancelamento das notas promissórias adquiridas.

(Redação – Investimentos e Notícias)

Via Varejo anuncia aumento do capital social

A Via Varejo anunciou que, no âmbito da oferta pública de distribuição primária de ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, de emissão da Companhia, todas livres e desembaraçadas de quaisquer ônus ou gravames (“Ações”), com esforços restritos de colocação, nos termos da Instrução CVM 476 (“Oferta Restrita”), foram aprovados em reunião do Conselho de Administração da Companhia realizada nesta data, o preço por Ação de R$15,00 (“Preço por Ação”), o aumento do capital social da Companhia, mediante a emissão de 297.000.000 de novas ações da Companhia, dentro do limite do capital autorizado, de forma que o montante total da Oferta Restrita é de R$4.455.000.000,00.

Via Varejo anuncia oferta restrita de ações

A Via Varejo anunciou que foi aprovada a realização de oferta pública de distribuição primária de ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, de emissão da Companhia, todas livres e desembaraçadas de quaisquer ônus ou gravames (“Ações”), com esforços restritos de colocação, nos termos da Instrução CVM 476 (“Oferta Restrita”).

Assinar este feed RSS