Michele Rios

Michele Rios

Setor de serviços paulista cria 42.981 empregos formais no 1S17

Depois de quatro meses de saldo positivo no mercado de trabalho formal, o setor de serviços do Estado de São Paulo voltou a apontar retração na movimentação da mão de obra celetista. Em junho, foram perdidos 2.468 trabalhadores formais, resultado de 169.922 admissões contra 172.390 desligamentos. Em contrapartida, no acumulado do primeiro semestre do ano, foram criados 42.981 postos de trabalho, o que demonstra recuperação do setor após o pior primeiro semestre desde 2007, quando foram perdidos 33.126 empregos em 2016. No somatório dos últimos 12 meses, porém, foram perdidos 54.404 postos de trabalho - segunda vez consecutiva que se registra saldo negativo para o mesmo período. Com isso, o estoque ativo atingiu 7.337.097 de trabalhadores em junho, queda de 07% na comparação com o mesmo de 2016.

Bancos Centrais no radar dos investidores

Investidores começam a semana de olho nas decisões dos Bancos Centrais mundiais e os mercados acionários operam sem tendência única. Com isso, as bolsas europeias e norte-americanas operam de lado nesta manhã.

Monitor do PIB aponta retração no 2º trimestre

“O Monitor do PIB/FGV, com informações até o segundo trimestre de 2017 mostra que, na série dessazonalizada, o PIB voltou a apresentar retração de 0,24% quando comparado ao primeiro trimestre. Esta taxa interrompe a trajetória de recuperação observada no primeiro trimestre. Na comparação interanual, o PIB do segundo trimestre apresentou retração de 0,3%”, afirma Claudio Considera, coordenador do Monitor do PIB/FGV.

Assinar este feed RSS