Safra 2013/2014 da CAIXA atinge R$ 4,2 bi em contratações de crédito rural

  •  
Safra 2013/2014 da CAIXA atinge R$ 4,2 bi em contratações de crédito rural Divulgação

A safra 2013/2014 da Caixa Econômica Federal se encerrou com um volume de contratações de R$ 4,2 bilhões. Este valor corresponde às linhas de crédito voltadas para o custeio e investimento no setor agrícola e pecuário, bem como a linhas destinadas ao comércio, as quais são contratadas com os produtores rurais, agroindústrias ou cooperativas. Do total das transações feitas, 69% estavam relacionadas a produtores de pessoa física, ao passo que as operações de pessoas jurídicas representaram 31% deste valor.

Desde o ano passado, a CAIXA passou a ampliar sua atuação no crédito rural. Para o vice-presidente de Negócios da empresa, Fábio Lenza, tal participação no agronegócio é responsável pelo complemento do portfólio de produtos da CAIXA, a qual já vinha estando presente nos municípios com mais vocação agropecuária. Lenza explica que a companhia passou a atender de forma mais abrangente as necessidades do produtor rural. Entrar neste segmento rural, segundo ele, foi importante para aumentar o número de recursos disponíveis no mercado, além de contribuir para fomentar a produção agrícola e pecuária no Brasil.
A CAIXA optou, principalmente, em ampliar o portfólio da empresa nas linhas que utilizam os recursos os quais são definidos pelo Banco Central. A meta era trazer soluções de crédito adequadas e condizentes às atividades agropecuárias. Também houve um investimento na otimização de processos, buscando oferecer mais agilidade e simplicidade aos produtores. "Mantendo os padrões de segurança e os critérios de mitigação de riscos, buscamos estabelecer processos que reduzissem o tempo de liberação do crédito. A linha de crédito Custeio Fácil é um exemplo disso. Com ela, as propostas de até R$ 300 mil são analisadas diretamente na agência, sem burocracia", finaliza Fábio Lenza.