Confira algumas vantagens para investir em uma pós-graduação a distância

  •  
Confira algumas vantagens para investir em uma pós-graduação a distância (Foto: Divulgação) Confira algumas vantagens para investir em uma pós-graduação a distância

A área jurídica está sempre em constante evolução e, por este motivo, requer de seus profissionais o contato constante com canais de aprendizado, sejam eles cursos de especialização, pós-graduação ou atualização. Pensando nisso, o CERS – maior rede preparatória para concursos públicos, OAB e carreiras jurídicas – decidiu criar cursos de pós-graduação a distância em diversas áreas do Direito, com o intuito de permitir que seus alunos pudessem investir em conhecimentos para o desenvolvimento da carreira. Os cursos de pós-graduação online do CERS já estão na 8ª turma.

Mas, ainda existem alguns estudantes que têm dúvidas quanto à escolha do EAD para essa categoria de ensino. Pensando nisso, o CERS listou algumas vantagens para quem está pretendendo voltar aos estudos no segundo semestre desse ano.

Flexibilidade de horários e mobilidade

Umas das maiores dificuldades em iniciar um novo ciclo de estudos está em conciliar os horários, seja de trabalho ou de rotina para estudos, para poder chegar nas instituições e se dedicar o máximo possível para o aprendizado. Nesse cenário, a educação EAD surge como uma opção eficaz, uma vez que é possível organizar seus horários de estudos dentro do tempo que dispõe para isso, conciliando trabalho e estudo, sem que isso se torne um problema que leve à desistência do curso. Além disso, é possível participar das aulas e atividades no local que julgar mais adequado para sua concentração.

Aprendizado independente

De acordo com o presidente do Grupo CERS, Renato Saraiva, a modalidade a distância permite que o aluno seja o principal responsável pelo andamento do seu processo de aprendizagem. “O curso avança a depender do ritmo do estudante, por exemplo, nos assuntos com mais facilidade de domínio, o fluxo de estudo será mais rápido, enquanto naqueles que são mais complexos, ele poderá se dedicar pelo tempo necessário até que adquira domínio sobre eles”, pontua.

Desenvolvimento profissional

A graduação oferece um amplo leque de possibilidades ao estudante para a escolha da carreira, mas é com a pós-graduação que ele completará sua formação, por meio do aprofundamento dos conhecimentos em determinadas áreas correlatas à carreira escolhida. Além disso, os cursos ajudam na valorização do currículo. Mas, é preciso bastante pesquisa antes de se matricular. “É importante que o aluno avalie toda a grade de ensino, se o curso é bem avaliado pelo MEC, frequência de avaliações presenciais, o suporte oferecido pela instituição, o corpo docente e também suas condições de se dedicar ao estudo. A soma de todos esses componentes torna a pós-graduação uma ótima opção para quem quer se desenvolver”, orienta Saraiva.

Método de ensino inovador

Por ser desenvolvido em uma plataforma digital, o curso EAD requer que as instituições invistam cada vez mais em uma metodologia moderna e em recursos que permitam aos alunos acompanhar as aulas em qualquer lugar e a todo o tempo. Além disso, é importante apresentar recursos que permitam aos alunos interagir com alunos e professores em tempo real.

Além dessas vantagens, algumas dúvidas sobre o funcionamento das aulas e metodologia podem surgir. Pensando nisso, o CERS está oferecendo a oportunidade dos interessados na pós-graduação assistirem a primeira aula gratuitamente. “É importante que os estudantes possam conhecer de perto os nossos cursos, por isso, estamos sempre pensando em ações que ajudem nesse processo de escolha. Além disso, caso optem pelos nossos cursos, aqueles que se inscreverem para acompanhar essa transmissão já estarão no mesmo ritmo daqueles que já estão matriculados”, afirma o presidente do Grupo CERS. 

Atualmente, são oferecidos pela rede de ensino 12 cursos de pós-graduação na área jurídica: Direito e Processo do Trabalho, Ciências Criminais, Direito Público, Direito Processual Civil, Direito Tributário, Direito Administrativo, Direito e Prática Previdenciária, Direito Contratual, Direito Constitucional, Prevenção e repressão à corrupção, Direito Eleitoral e Direito Municipal.

(Redação – Agência IN)