Franquia de mini salgados cresce mais de 20% no 1S17

Franquia de mini salgados cresce mais de 20% no 1S17 (Foto: Divulgação) Franquia de mini salgados cresce mais de 20% no 1S17

Seguindo a estabilidade do mercado, a rede de franquias Tia Sô Minidelícias cresceu no primeiro semestre deste ano 23,5%, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os investimentos feitos na captação e no treinamento de novos franqueados colaboraram para este resultado favorável.

Recentemente, a Associação Brasileira de Franchising (ABF) divulgou o balanço do desemprenho das franquias no segundo trimestre de 2017. O segmento de alimentação apresentou crescimento. Os dados divulgados apontam que, nos três primeiros meses deste ano, as franquias de alimentação cresceram 2,4% em expansão.

Para um crescimento sustentável e contínuo, a CEO da rede, Solange Belentani conta que realizou investimentos em mão de obra qualificada, maquinário e equipamentos industriais que aumentaram e melhoraram a produção dos mini salgados e churros. “Investimos mais de R$ 80 mil na compra de máquina que produz salgados, bandejas de armazenagem, ralador industrial e bancada para preparo dos recheios. Mas não bastava aumentar a produção, precisávamos também de pessoas qualificadas. Contratamos quatro novos funcionários e hoje produzimos 500 mil unidades por dia”, explica a empresária.

Em junho, a rede inaugurou o Centro de Distribuição de Valinhos, que atende a região de São Paulo. Com o crescimento das unidades para o entorno da capital, foi necessário melhorar a logística, para que os produtos chegassem mais rápido até as unidades e com o menor custo. De acordo com o diretor administrativo da rede Matheus Belentani, o Centro de Distribuição vai gerar economia anual de R$ 65 mil. “Este número representa a melhora na logística de atendimento das unidades já instaladas nas regiões de São Paulo. Quando as novas lojas em negociação abrirem, este valor poderá triplicar”, comenta.

A expansão da marca é outro destaque deste primeiro semestre do ano. A rede inaugurou oito novas unidades este ano e já vendeu outras seis, que devem entrar em funcionamento até novembro. De acordo com o responsável pela expansão da franquia Gabriel Alberti, nos próximos meses, a rede assume o desafio de fixar sua marca no estado do Paraná. “Recebemos solicitações de dezenas de pessoas do Paraná e do Mato Grosso do Sul. O sul e o centro-oeste tem nos surpreendido com essa procura e fazem parte da nossa estratégia de expansão”, admite. Segundo a pesquisa da ABF, a região sul mostrou um empreendedorismo de franquias aquecido, chegando aos 16,4% em participação de mercado. “Vamos explorar isso”, comemora Gabriel.

(Redação – Agência IN)