Franquia se reinventa para superar crise e projeta faturar R$ 16,5 milhões

  •  
Inovar Locações aumenta em 27% seu portfólio de clientes e projeta 100 unidades em todo o pais até 2017 Foto: Divulgação Inovar Locações aumenta em 27% seu portfólio de clientes e projeta 100 unidades em todo o pais até 2017

A Inovar Locações, rede especializada em aluguel de equipamentos, oferece uma solução para o mercado de locações de máquinas e equipamentos. Mesmo com o setor em crise, a Inovar aumenta seu portfólio de clientes em 27% mês, conta com mais de 37 unidades no Brasil e espera faturar até o fim de 2016 mais de R$ 16 milhões.

Fundada em 2011, na cidade de Uberaba (MG) por Maurício Crivelin Zanata e Mariela Mioto Zanata, a Inovar locava apenas containers. Dois anos após sua criação iniciou uma rede de franquias que apresentou um crescimento de 400% em seu primeiro ano. A rede tem como objetivo explorar mais o mercado de locação de equipamentos, aumentando o portfólio em 2016, segundo Mauricio Crivelin “ Temos uma excelente oportunidade de crescimento, se compararmos o Brasil com EUA e Europa, a demanda por locação chega a ser 18 vezes maior nesses países e com a crise que estamos enfrentando, muitas empresas buscam a locação como forma de reduzir custos e evitar investimentos”.

Segundo o fundador da empresa, “por termos um mercado muito carente por locação no Brasil, eventos como os jogos olímpicos e outros, podem gerar inúmeras oportunidades para esse ramo”, completa Maurício. Recentemente a empresa implantou um plano para driblar a crise que deu muito certo, aumentou seu portfólio de produtos, antes alugava equipamentos apenas para construção civil, e desde o ano passado loca também equipamentos para jardinagem, geradores, produtos de linha elétrica entre outros.

A venda de franquia do setor casa e construção, segue em linha de crescimento. Até o final de 2015 sua projeção chegou a 9% ano em número de unidades. Além disso, o crescimento desse segmento representa 5,1% do faturamento das franquias, segundo pesquisa realizada pela ABF.

(Redação - Agência IN)