Preços de imóveis no RJ sobem às vésperas das Olimpíadas

  •  
Preços de imóveis no RJ sobem às vésperas das Olimpíadas Foto: Divulgação Preços de imóveis no RJ sobem às vésperas das Olimpíadas

O portal imobiliário Properati.com.br e a Hiperdados, plataforma de gestão de informações integradas do mercado, acabam de compartilhar conosco relatório que traz a medição da variação dos preços médios do setor imobiliário no mês de junho. O levantamento é feito em cima da base de mais de um milhão de imóveis anunciados no Properati.

De acordo com o índice Properati-Hiperdados, os preços dos imóveis colocados à venda em São Paulo, Porto Alegre, Curitiba e Vitória apresentaram queda na comparação com o mês passado. O mesmo movimento se observa na região do ABC paulista. Rio de Janeiro e Belo Horizonte, por sua vez, tiveram leve variação de alta nos preços.

Pela análise dos dados, a maioria das metrópoles brasileiras está com os preços dos imóveis em queda - destaque para Porto Alegre, onde os preços recuaram 2,35%, colocando a capital gaúcha no alto da tabela. Segundo Renato Orfaly, Country Manager do Properati no Brasil, isso acontece porque o setor de serviços está com o PIB contraído e os trabalhadores estão receosos na hora de financiar um imóvel, o que afeta os preços do mercado imobiliário local. "Também não podemos esquecer que a falta de linhas de financiamento a juros viáveis arrefece o consumo, o que acaba refletindo na retração de preços", diz.

Exceção para a cidade do Rio de Janeiro, cujos preços subiram por influência dos Jogos Olímpicos que a cidade vai sediar no próximo mês. Pela medição do Properati-Hiperdados, os preços tiveram uma evolução de 2,29% no último mês.

"No caso de outras cidades que apresentaram valorização, o movimento de alta pode ser justificado porque o m² que custa até R$ 5.000 ainda tem certa elasticidade em função do preço final das unidades. Assim, por exemplo, imóveis de 50 metros com essa faixa de valor podem facilmente serem enquadrados em programas de financiamento mais populares. Por esse motivo os preços acompanham a inflação da moeda real", complementa Orfaly.

Inflação

Considerando a inflação do período, o índice Properati-Hiperdados para o mês de junho indica tendência de alta geral nos preços médios dos imóveis.

Porto Alegre é a única cidade que, mesmo considerando a inflação, apresenta tendência de queda nos preços de seus imóveis.

(Redação - Agência IN)