Lançamentos de imóveis lideram crescimento no 1º bimestre de 2018

De acordo com informações de empresas associadas à Abrainc, os lançamentos de imóveis novos totalizaram 85.333 unidades nos últimos 12 meses, volume 23,3% superior ao registrado nos 12 meses anteriores. Na mesma base de comparação, as vendas de imóveis novos totalizaram 111.938 unidades, o que corresponde a uma alta de 8,0% face ao período precedente. 

ABRAINC espera recuperação da economia com novo governo

A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC), que representa 26 das maiores empresas do setor, acompanha com bastante atenção os acontecimentos dos últimos dias e ressalta a preocupação do empresariado com a instabilidade política e seus reflexos desastrosos para a economia do país, o que afeta diretamente a vida de todos nós brasileiros.

Indicadores ABRAINC-Fipe seguem tendência de queda

Os Indicadores ABRAINC-Fipe referentes ao período de dezembro/15 e fevereiro/16 registraram 16.752 unidades lançadas, um recuo de 8,6% face ao mesmo período do ano anterior. No acumulado do ano de 2016 (até fevereiro), os lançamentos totalizaram 4.638 unidades, volume 11,0% superior ao observado entre janeiro e fevereiro de 2015.

Mercado imobiliário recua 14,8% de novembro a janeiro

Os Indicadores ABRAINC-Fipe, que trazem dados nacionais do mercado imobiliário, registraram o lançamento de 19.390 unidades no período de novembro de 2015 a janeiro de 2016, um recuo de 14,8% face ao mesmo período do ano anterior. Considerando o acumulado de 2016 (janeiro), os lançamentos totalizaram 1.697 unidades, volume 4,3% superior ao observado no primeiro mês de 2015.

ABRAINC alerta sobre os riscos da redução da desoneração da folha de pagamento

Para a ABRAINC – Associação Brasileira de Incorporação Imobiliária, a proposta do governo federal, primeiramente como uma medida provisória e agora como um projeto de lei, de eliminar o benefício fiscal de desoneração da folha de pagamento é um retrocesso. A associação acredita que a desoneração é um importante instrumento para a equalização das condições e da formalização completa do setor, bandeira defendida pela ABRAINC, e sua retirada trará prejuízos ao mercado imobiliário, elevando o custo de construção e também contribuindo para a queda do nível de empregos.

Assinar este feed RSS