Agenda deverá influenciar pregão global nesta sexta-feira (16)

Agenda deverá influenciar pregão global nesta sexta-feira (16) (Foto: Divulgação) Agenda deverá influenciar pregão global nesta sexta-feira (16)

As principais bolsas de valores globais deverão apresentar ganhos nesta sexta-feira, 16, com investidores de olho na agenda mundial. Com isso, as bolsas europeias e norte-americanas operam em campo positivo.

Ásia

Na Ásia, as bolsas encerraram em campo positivo, com exceção de Shanghai, que caiu 0,3%.

Hoje, o Banco Central do Japão decidiu, por maioria de votos 7-2, manter a taxa de juros negativa em menos 0,1%.

Europa

Enquanto isso, na Europa, as bolsas apresentam ganhos nesta manhã.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) concordou com um programa de ajuda à Grécia, serão desbloqueados 8,5 bilhões de euros.

Entre os dados da agenda local, o Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) nos 17 países que compõem a zona do euro caiu 0,1% em maio deste ano, segundo informações divulgadas hoje pelo Escritório de Estatísticas da União Europeia, Eurostat. No mês anterior, o índice subiu 0,4%.

Estados Unidos

Em Wall Street, bolsas devem iniciar o pregão em campo positivo.

Por lá, o número de construções iniciadas recuou em maio, na comparação com o mês anterior, para 1,092 mil casas, segundo informações divulgadas hoje pelo Departamento do Comércio de País. O resultado veio abaixo do que o esperado pelo mercado, que estimava expansão para 1,215 mil casas. Na mesma base de comparação, as permissões concedidas para a construção de novas casas caiu para 1,168 mil permissões. Analistas previam acréscimo para 1,250 mil permissões.

Brasil

Aqui no Brasil, o Ibovespa deverá acompanhar o desempenho externo.

Agenda

A atividade econômica avançou 0,28% em abril com relação ao mês imediatamente anterior, na série dessazonalizada, de acordo com informações divulgadas hoje, 16, através do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br). O índice ficou em 134,76 pontos em abril, ante 134,39 pontos registrados no mês precedente.

Câmbio

Por fim, no mercado de câmbio, o dólar deverá apresentar perdas em relação às demais moedas globais.

(MR – Agência IN)