Bolsa sobe após condenação de Lula

  •  
Bolsa sobe após condenação de Lula (Foto: Divulgação) Bolsa sobe após condenação de Lula

O principal índice acionário da BM&FBovespa, o Ibovespa, opera com ganhos nesta quarta-feira, 12, impulsionado pela condenação do ex-presidente Lula. Há pouco, o índice, operava com alta de 1,31%, aos 64.670 pontos. O giro financeiro da bolsa marcava R$ 6.346 bilhões.

De acordo com relatório diário da Lerosa Investimentos, o mercado tende a acompanhar melhora do humor no exterior, com vetor positivo da aprovação em plenário do Senado da reforma trabalhista por placar favorável. Ainda, teremos no radar possibilidade de votação na CCJ da Câmara do parecer do relator nesta semana ainda, sabatina de Raquel Dodge na CCJ do Senado e dados de vendas no varejo de maio, abaixo das expectativas.

Entre as oscilações positivas em destaque na sessão estão os papéis da Petrobras (PN) que avançavam 4,30% e a Multiplan (ON) que apresentavam alta de 3,66%. Em contrapartida, entre os destaques negativos, estão os papéis da Fibria (ON), que decaíram 2,42% e da Embraer (ON) que recuavam 2,01%.

Agenda

Em maio de 2017, o comércio varejista nacional registrou variação de -0,1% no volume de vendas em relação ao mês imediatamente anterior, na série ajustada sazonalmente, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para essa mesma comparação, a receita nominal mostrou variação de 0,2%. Ainda na série com ajuste sazonal, o índice de média móvel trimestral voltou a sinalizar estabilidade tanto para volume de vendas (-0,1%), quanto para receita nominal (0,0%).

Por outro lado, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na cidade de São Paulo, registrou alta de 0,00% na primeira semana de julho, contra os 0,05% registrados na última semana de junho. Nesta apuração, o item de Saúde pesa mais no orçamento doméstico, passando de 0,04% para 0,23%.

Política

Nesta quarta-feira, o juiz federal Sergio Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão pelo caso tríplex do Guarujá.

Exterior

Lá fora, a produção industrial nos 17 países que compõem a zona do euro registrou alta de 1,3% em maio, na comparação com o mês anterior, segundo informações divulgadas hoje pelo Escritório de Estatística da União Europeia, Eurostat. Analistas previam uma alta de 1,1%.

Para finalizar, a taxa de desemprego do Reino Unido ficou em 4,5% nos três meses encerrados em maio, ante taxa de 4,6%, segundo informações divulgadas hoje pela Agência de Estatísticas do país, National Statistics. Analistas previam estabilidade do indicador.

(MR – Agência IN)