Ibovespa recua 0,25% com resultado do IPCA-15

  •  
Ibovespa recua 0,25% com resultado do IPCA-15 (Foto: Divulgação) Ibovespa recua 0,25% com resultado do IPCA-15

Nesta quarta-feira, 21, o principal índice acionário da BM&FBovespa, o Ibovespa, apresenta perdas em linha com o exterior e com investidores avaliando o IPCA-15 . Há pouco, o índice, operava com perdas de 0,25%, aos 57.438 pontos. O giro financeiro da bolsa marcava R$ 2.004 bilhões.

De acordo com relatório diário da Lerosa Investimentos, o mercado interno deve operar por conta própria, após divulgação do IPCA-15 pela manhã reforçando o processo de ajuste mais forte da taxa Selic. No radar, tivemos votação ontem na Câmara um revés ao Planalto no projeto de renegociação da dívida dos Estados. Início do recesso oficial do Legislativo e Judiciário espera-se um esfriamento das crises recente ao menos até o início de 2017.

Entre as oscilações positivas em destaque na sessão estão os papéis da Ecorodovias (ON) que avançavam 3,18% e as Lojas Americanas (PN) que apresentavam alta de 2,09%. Em contrapartida, entre os destaques negativos, estão os papéis da BRMalls (ON), que decaíram 2,54% e da Rumo (ON) que recuavam 1,84%.

Empresas

A Vale anunciou que celebrou acordo com a BHP Billiton Brasil Ltda. (BHP) e a Samarco Mineração S/A (Samarco) sobre os termos e condições gerais para o uso da cava de Timbopeba da Vale para depósito de rejeitos pela Samarco, uma vez que ela volte a operar. A Vale transferiria a cava de Timbopeba à Samarco e, em compensação, a Samarco forneceria à Vale uma quantidade de minério não processado (Run-of-Mine - ROM) por um determinado período.

Agenda

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) teve variação de 0,19% em dezembro e ficou abaixo da taxa de 0,26% de novembro, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse foi o menor IPCA-15 para os meses de dezembro desde 1998, quando registrou 0,13%. Dessa forma, o IPCA-E, que se constitui no IPCA-15 acumulado, fechou o ano de 2016 em 6,58%. Em dezembro de 2015 a taxa havia sido 1,18%.

Além disso, a prévia da Sondagem da Indústria de dezembro de 2016 sinaliza queda de 2,9 pontos do Índice de Confiança da Indústria (ICI) em relação ao número final do mês anterior, para 84,1 pontos, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado, o índice atingiria o menor patamar desde junho passado e recuaria 1,4 ponto na métrica de médias móveis trimestrais, para 85,9 pontos.

(MR – Agência IN)