Azumi lança menu Osechi Ryouri para atrair bons presságios para 2015

  •  
O Azumi oferece o serviço de levar o cliente de volta para casa Foto: Divulgação O Azumi oferece o serviço de levar o cliente de volta para casa

O restaurante japonês Azumi, comandado pela família Ohara, lança um tradicional menu japonês para trazer sorte e bons presságios para 2015

O Osechi Ryouri é um antigo costume de Ano Novo criado nas regiões agrícolas do Japão. Como no país os três primeiros dias do ano são sagrados e ninguém pode realizar qualquer trabalho, as donas de casa preparavam com antecedência grandes quantidades de comida para serem consumidas nesse período. Os ingredientes usados no menu tinham grande significado e são conhecidos até hoje por trazer prosperidade para o ano seguinte.

 

Pensando em resgatar essa tradição japonesa e apresentá-la ao povo brasileiro, o Azumi criou sua versão do Osechi Ryouri, que é praticado na família Ohara há muitas gerações. Servido a partir do dia 02 de janeiro, o menu da sorte é feito com muitos ingredientes importados do Japão, para seguir a cultura milenar à risca. Entre os pratos estão o Tazukuri, filhotes de sardinha que significam o desejo de uma boa colheita para o ano que chega; Kinton, castanhas cozidas com batata doce, que representam o desejo de uma vida confortável e próspera; Kobumaki, alga kombu recheada, conhecida por trazer alegria e felicidade; a sopa da sorte Zouni, entre outros.

O menu com pelo menos sete itens custará R$ 90 e a quantidade de itens servidos irá depender da matéria prima disponível. O menu será servido por três dias ou enquanto durarem os estoques.

SERVIÇO:

AZUMI
Rua Ministro Viveiros de Castro, 127 - Copacabana
Telefones 2541-4294/2295-1098
Horário de funcionamento: Segunda à domingo de 19:00h a meia noite. Sexta e sábado fecha 01 h.
Manobrista no local
Entrega em domicílio por toda zona Sul
PS: Curiosidade: LEI SECA
O Azumi oferece o serviço de levar o cliente de volta para casa. O cliente vai dirigindo seu carro, depois que ele consome bebida alcoolica, o funcionário da casa leva o cliente para a casa. Será cobrado apenas o valor do taxi de volta.

(Redação - Agência IN)