Cuidados para não se endividar no Dia das Mães

  •  
Especialista em educação financeira, o CEO da Siscom, Satoshi Fukuura, dá dicas de como presentear sem sair do orçamento Foto: Divulgação Especialista em educação financeira, o CEO da Siscom, Satoshi Fukuura, dá dicas de como presentear sem sair do orçamento

Algumas datas comemorativas carregam consigo o costume de dar e receber presentes. Uma delas é o Dia das Mães - segunda maior movimentação do comércio, perdendo apenas para o Natal. Contudo, é preciso atentar-se para não gastar além daspossibilidades. “Em tempos de recessão econômica, as lojas estão oferecendo diversas facilidades. Porém, ter cautela é importante para não cair em armadilhas”, orienta Satoshi Fukuura, CEO da Siscom -um dos principais players de recuperação de crédito do país.

Muitas vezes, o desejo de retribuir todo o carinho recebido das mães fala mais alto que a razão dos filhos, por isso, antes de sair à procura do presente ideal, é necessário verificar os gastos mensais e avaliar quanto será possível dispor. Fukuura orienta que as compras à vista são sempre a melhor maneira de realizar um negócio, já que não geram dívida e ainda aumentam as possibilidades de negociação de descontos. Para os filhos que não tiverem dinheiro em mãos, vale avaliar opções de pagamento que não tenham juros ou fazer parcelas que caibam no bolso, facilitando assim a quitação do débito posteriormente.

Em contrapartida, diante do cenário econômico, o comércio está facilitando as opções de crédito, parcelamento e realizando promoções. “Busque utilizar o cartão de crédito corretamente. Pesquise e conheça as condições e encargos, fugindo de juros altos e grande quantidade de parcelas”, destaca Fukuura. Neste momento, é preciso ter cuidado, pois a facilidade na hora da compra pode resultar em inadimplência.

Outra alternativa é buscar promoções e negociar descontos. “O importante é não cair na tentação e acabar gastando mais do que o possível, já que ainda existem muitas datas comemorativas no decorrer do ano”, conclui o executivo. Por isso, vale abusar da criatividade, pensando em presentes que agradem às mães e não pesem no bolso.

(Redação - Agência IN)