Faturamento do e-commerce cresce 10,3% na Black Friday

A Black Friday gerou faturamento de R$2,1 bilhões para o e-commerce em 2017, alta de 10,3% ante aos R$1,9 bilhão registrados no mesmo período do ano passado. O número de pedidos cresceu 14%, de 3,30 milhões para 3,76 milhões, enquanto o tíquete médio caiu 3,1%, de R$580 para R$562, na comparação entre os períodos.

Comércio eletrônico espera faturar R$ 2 bi na Black Friday

A Black Friday é considerada, atualmente, a principal data para o varejo eletrônico, à frente até do Natal. De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), a estimativa de faturamento neste ano é de R$ 2,506 bilhões – um crescimento de 18% em relação ao mesmo período de 2016.

Vendas na Black Friday devem aumentar 20% este ano

Cada vez mais popular no Brasil, a Black Friday é conhecida por seus muitos descontos, diversas ofertas e a possibilidade de adquirir itens desejados por um preço mais acessível. A maioria das promoções é realizada para que lojas e empresas ampliem as vendas e renovem seus estoques com novos produtos para as festas de fim de ano. Eem 2017, a Black Friday acontece no dia 24 de novembro, um mês antes do Natal.

Lucro ou prejuízo: quais foram os resultados da Black Friday?

A crise econômica de 2016 não foi obstáculo e nem impediu que o consumidor brasileiro aproveitasse uma das principais datas do comércio eletrônico, e a Black Friday se mostrou um enorme sucesso: as transações realizadas nesta data foram quase 94% superiores em relação a um “dia comum”. Outra notícia bastante positiva para quem vende on-line foi o baixo índice de tentativas de fraude, que esteve 24% abaixo do que é esperado para o setor nos principais dias da campanha de vendas.

Adidas é a empresa mais reclamada na Black Friday

A Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo, recebeu 1.198 reclamações e 342 pedidos de orientação sobre a Black Friday neste ano. 

Assinar este feed RSS