Balanço de pagamentos registra superávit em novembro

O balanço de pagamentos apresentou superávit de US$416 milhões em novembro, segundo dados do Banco Central (BC). O déficit em transações correntes somou US$9,3 bilhões no mês, e US$80 bilhões no ano, até novembro, patamar superior ao registrado no mesmo período de 2013, US$72,5 bilhões. Nos doze meses encerrados em novembro, as transações correntes acumularam déficit de US$88,7 bilhões, equivalentes a 4,05% do PIB. A conta financeira registrou superávit de US$9,1 bilhões no mês, destacando-se o ingresso líquido de US$4,6 bilhões em investimentos estrangeiros diretos (IED).

Reservas internacionais totalizaram US$375,6 bilhões em novembro

As reservas internacionais no conceito liquidez totalizaram US$375,6 bilhões em novembro, redução de US$407 milhões em relação ao mês anterior, segundo dados do Banco Central (BC). Em novembro, o estoque de linhas com recompra manteve-se no mesmo patamar de outubro, US$200 milhões. A receita de remuneração das reservas somou US$236 milhões.

Dívida externa totalizou US$345,5 bilhões em novembro

Nesta sexta-feira, 19, o Banco Central anunciou que a posição da dívida externa bruta estimada para novembro totalizou US$345,5 bilhões, elevação de US$7,1 bilhões em relação ao montante apurado de setembro de 2014. A dívida externa estimada de longo prazo atingiu US$292,8 bilhões, aumento de US$5,8 bilhões, enquanto o endividamento de curto prazo somou US$52,6 bilhões, elevação de US$1,3 bilhão no mesmo período.

IBC-Br recua 0,26% em outubro

A atividade econômica recuou 0,26% em outubro com relação ao mês imediatamente anterior, na série dessazonalizada, de acordo com informações divulgadas hoje, 15, através do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br).

Setor público registra superávit primário de R$3,7 bilhões em outubro

O Banco Central divulgou nesta sexta-feira, 28, que o setor público consolidado registrou superávit primário de R$3,7 bilhões em outubro. O Governo Central apresentou superávit primário de R$4,9 bilhões; e os governos regionais e as empresas estatais, déficits de R$741 milhões e R$434 milhões, respectivamente.

Assinar este feed RSS