Demanda das empresas por crédito recua 7,9% em maio

A demanda das empresas por crédito recuou 7,9% em maio/2018 na comparação com o mesmo mês do ano passado, conforme apurou o Indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito. Foi a primeira queda interanual, isto é, na comparação com o mesmo mês do ano anterior, dos últimos oito meses. Na comparação com abri/18, a procura dos empresários por crédito caiu 2,1%. Com estes resultados, a expansão da demanda empresarial por crédito subiu 2,9% no acumulado dos primeiros cinco meses de 2018.

Empresas atribuem baixa prioridade à segurança de impressão

Segundo uma pesquisa da Quocirca, empresa que analisa o impacto comercial da tecnologia da informação e comunicações (ITC), as companhias atribuem baixa prioridade à segurança de impressão, apesar de mais de 60% delas admitirem já terem sofrido com violação de dados relacionada à impressão.

BNDES continuará a investir em empresas iniciantes

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) dará sequência à política de venda de participações em empresas já consolidadas, para investir em empreendimentos que estejam iniciando sua atuação empresarial, informou hoje (11) o presidente da instituição Dyogo Oliveira, na cerimônia de abertura do seminário Mercado de Capitais Brasileiro, na sede do Tribunal de Contas da União (TCU), em Brasília.

Nubank: o cartão que consquistou o país

As fintechs vêm aparecendo com o intuito de modificar o sistema financeiro que ainda existe nos dias de hoje. Quando se fala em cartão de crédito, uma novata desse mercado já disputa frente a frente com os bancos tradicionais.

 

Inadimplência das empresas tem alta de 8,92% em março

O número de empresas com contas em atraso e registradas nos cadastros de devedores cresceu 8,92% em março de 2018, na comparação com o mesmo mês do ano passado. O crescimento foi puxado, principalmente pela região Sudeste, cujo crescimento do número de empresas inadimplentes foi de 15,26% na comparação anual. 

Confiança empresarial recua em abril, mostra FGV

O Índice de Confiança Empresarial (ICE), da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE) recuou 1,4 ponto em abril, para 93,4 pontos1, retornando ao patamar de dezembro de 2017. Pela métrica de médias móveis trimestrais, o índice também caiu (-0,4 ponto), após sete altas consecutivas.

Assinar este feed RSS