Queda externa pressiona valores do algodão no Brasil

Queda externa pressiona valores do algodão no Brasil Foto: Divulgação Queda externa pressiona valores do algodão no Brasil

Depois de iniciar o mês em alta, impulsionado pela posição firme de vendedores no mercado interno, o Indicador CEPEA/ESALQ do algodão em pluma recuou nos últimos dias, refletindo as desvalorizações do produto no mercado internacional.

Segundo pesquisadores do Cepea, as quedas externas estiveram atreladas à redução das expectativas negativas quanto às lavouras norte-americanas (devido aos furacões previstos para atingir o país). Além disso, o USDA elevou as estimativas de produção e de estoques para os EUA em relatório divulgado nessa terça-feira, 12, pressionando as cotações da pluma na Bolsa de Nova York (ICE Futures) e, consequentemente, no Brasil.

Entre 5 e 12 de setembro, o Indicador CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, caiu 0,6%, fechando a R$ 2,4727/lp nessa terça-feira, 12. Cepea - www.cepea.esalq.usp.br

(Redação - Agência IN)