Com avanço da safra, preços da mandioca recuam

As cotações da mandioca diminuíram na última semana, refletindo a maior oferta decorrente do período de safra. Entre 8 e 12 de maio, o valor médio nominal a prazo da tonelada de mandioca posta fecularia foi de R$ 465,66 (R$ 0,8098 por grama de amido na balança hidrostática de 5 kg), 2,3% abaixo da anterior, mas ainda 42% acima da média do mesmo período do ano passado (valores atualizados pelo IGP-DI de abril/17).

Com disponibilidade elevada, preços da mandioca seguem em queda

Os preços da mandioca continuam caindo em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea. Entre 2 a 5 de maio, a média nominal a prazo da tonelada da mandioca posta fecularia foi de R$ 476,49 (R$ 0,8287 por grama de amido), 4,6% menor que a anterior. Conforme pesquisadores do Cepea, produtores, com necessidade de caixa, estiveram mais dispostos a colher na última semana, inclusive raízes com menos de 12 meses, o que elevou o volume no mercado. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br.

(Redação - Agência IN)

Processamento da mandioca cresce 18% na semana

A cada semana tem aumentado o volume comercializado de mandioca com menos de 1 ciclo, segundo levantamento do Cepea. Em algumas indústrias, a raiz da nova safra representou mais de 40% da moagem total na última semana. Entre 24 e 28 de abril, foram processadas 33,1 mil toneladas nas fecularias, quantidade 18,2% maior que a da semana anterior. Já no mês, o volume moído, de 122,8 mil toneladas, foi 29,5% menor que o de março e 60,3% inferior ao de igual período de 2016.

Oferta da mandioca segue em alta

A oferta de mandioca tem crescido, refletindo o início da colheita, a necessidade de produtores liberarem áreas em parte das regiões acompanhadas pelo Cepea e os preços ainda atrativos da matéria-prima. Por outro lado, o volume de raiz processado diminuiu, devido ao feriado da Sexta-feira Santa.

Ritmo de colheita da mandioca é intensificado e preços caem

Mesmo com a baixa disponibilidade de raízes de segundo ciclo em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea, produtores intensificaram o ritmo de colheita de mandioca. Quanto aos preços, apesar da queda nas cotações neste início de safra, ainda são considerados atrativos aos mandiocultores.

Com oferta ainda baixa, preços da mandioca avançam

A oferta de lavouras de um ciclo e meio de mandioca continuou baixa na semana passada na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea. Ao mesmo tempo, agricultores não têm interesse pela comercialização, devido à baixa produtividade agrícola e à expectativa de preços ainda mais elevados nos próximos períodos.

Assinar este feed RSS