Confiança do Comércio recua 0,6 ponto em novembro

  •  
Confiança do Comércio recua 0,6 ponto em novembro (Foto: Pexels) Confiança do Comércio recua 0,6 ponto em novembro

A Fundação Getulio Vargas (FGV) anunciou que o Índice de Confiança do Comércio (ICOM) recuou 0,6 ponto em novembro, ao passar de 98,4 para 97,8 pontos. Em médias móveis trimestrais, depois de três altas consecutivas, o índice recuou 0,3 ponto.

“A confiança do comércio cede em outubro confirmando a tendência a certa estabilização na faixa entre 97 e 99 pontos. A queda no mês foi influenciada pela redução das expectativas dos empresários do setor, sugerindo dúvidas quanto ao ritmo das vendas nos próximos meses. Já a percepção sobre a situação atual ficou estável no mês após uma alta expressiva em outubro. Apesar dos percalços, a expectativa para este final de ano segue positiva, sob influência da liberação de recursos do FGTS, mas a manutenção da tendência de recuperação ainda parece incerta, principalmente com relação à sua velocidade”, avalia Rodolpho Tobler, Coordenador da Sondagem do Comércio da FGV IBRE.

Em novembro, a confiança caiu em 8 dos 13 segmentos. A queda do índice foi mais influenciada pela piora das expectativas. O Índice de Expectativas (IE-COM) recuou 1,0 ponto, de 101,9 para 100,9 pontos, refletindo neutralidade. O Índice de Situação Atual (ISA-COM) caiu 0,2 ponto, ao passar de 95,1 para 94,9 pontos.

Estoques

Nos últimos meses, melhorou a percepção dos empresários do comércio em relação ao momento presente. A evolução em médias móveis do ISA-COM mostra um claro avanço entre agosto e outubro seguindo-se à estabilidade de novembro. A melhora recente da demanda contribuiu para que os empresários do setor conseguissem reduzir estoques, que haviam se acumulado após um primeiro semestre frustrante. Em novembro, a série em médias móveis trimestrais dos empresários que afirmam estar com estoques excessivos registrou 14,2%, o menor valor desde junho de 2017 (13,4%).

(Redação – Investimentos e Notícias)