Corte do BC pode deixar taxa de juros em 3,75%

  •  
Corte do BC pode deixar taxa de juros em 3,75% (Foto:Divulgação) Corte do BC pode deixar taxa de juros em 3,75%

O mercado financeiro nacional aguarda o posicionamento do Banco Central sobre o corte na taxa de juros (Selic), que atualmente está em 4,25%, sendo a mais baixa da história do país. Para os analistas do mercado financeiro da Messem Investimentos, o economista Gustavo Bertotti e o sócio e head de renda variável William Teixeira, o corte na taxa também pode contribuir mais para a desvalorização do real.

 

De acordo com Teixeira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, realiza reunião nesta terça-feira (17) e deverá reduzir a taxa de juros ainda nesta quarta-feira (18). "O mercado está prevendo um corte na Selic para 3,75%. A ideia é melhorar o nível de consumo, com o intuito de aquecer a economia", destacou.

Já Bertotti informou que o mercado aguarda a ação do Banco Central. "A expectativa é grande, pois, as principais economias globais estão em processo gradativo da redução da taxa de juros, inclusive a Inglaterra e os Estados Unidos que estabeleceram o mesmo patamar na taxa, de 0,25%", afirmou Bertotti.

"A queda dos juros nos Estados Unidos deveria ser um atrativo para o real, porém, a moeda brasileira continua se depreciando, e como lado negativo na redução da Selic, os impactos podem ser maiores do que prevíamos anteriormente", informou Teixeira.

Nesta última segunda-feira (16), foi mais um dia de agitação no mercado financeiro, pois, a Bovespa chegou a registrar queda de 12,53%, sendo acionado o Circuit Breaker (interrompendo pela quinta vez em duas semanas as negociações na Bolsa de Valores por 30 minutos), em meio a dúvidas no mercado global após a medida anunciada pelo banco central americano (Federal Reserve-FED) que realizou o segundo corte de juros em menos de duas semanas, como medida de incentivo aos empresários.

(Redação - Investimentos e Notícias)