Inadimplência do consumidor cai 1% em novembro

  •  
Em 12 meses o indicador acumula queda de 2,7% Foto: Divulgação Em 12 meses o indicador acumula queda de 2,7%

A inadimplência do consumidor recuou 1% em novembro na comparação com o mês de outubro, segundo dados da Boa Vista. Já em em relação a novembro de 2018, o indicador subiu 0,6%.

Com esses números, o indicador acumula queda de 2,7% no ano e no acumulado de 12 meses (dezembro de 2018 até novembro de 2019).

Em relação às regiões, na análise acumulada em 12 meses, todas registram queda, sendo o Centro-Oeste com -4,2%, o Norte com queda de 1,3%, o Nordeste recuo de 3%, o Sul com baixa de 5,6% e o Sudeste -1,7%. Apenas a região Norte apresentou alta ao variar 0,5% na comparação mensal.

De acordo com a Boa Vista, a inadimplência dos consumidores atingiu um patamar historicamente baixo, proporcionando a redução dos juros e motivando o aumento das concessões a partir de 2017. No entanto, isso levou a um crescimento significativo do endividamento e do comprometimento de renda ao longo de 2019.

Os economistas da Boa Vista afirmam que "o elevado nível de desocupação e subutilização da mão-de-obra, somado à lenta recuperação da renda, aumenta o risco de que esta expansão recente dos empréstimos resulte em maior inadimplência nos próximos meses".

Outros dados de mercado mostram que a inadimplência tende a crescer mais entre os consumidores de menor renda, exatamente os mais afetados pela lenta recuperação do mercado de trabalho.

(Redação - Investimentos e Notícias)