Inflação pelo IPC-S recua na segunda semana de junho

  •  
Inflação pelo IPC-S recua na segunda semana de junho (Foto: Pexels) Inflação pelo IPC-S recua na segunda semana de junho

O índice de preços ao consumidor - semanal (IPC-S) de 15 de junho de 2020 caiu 0,13%, ficando 0,23 ponto percentual (p.p) acima da taxa registrada na última divulgação, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Nesta apuração, cinco das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição partiu do grupo Transportes (-1,42% para -0,42%). Nesta classe de despesa, cabe mencionar o comportamento do item gasolina, cuja taxa passou de -5,06% para -1,76%.

Também registraram acréscimo em suas taxas de variação os grupos: Educação, Leitura e Recreação (-1,95% para -1,73%), Despesas Diversas (0,06% para 0,19%), Habitação (-0,20% para -0,13%) e Comunicação (0,14% para 0,19%). Nestas classes de despesa, vale destacar o comportamento dos itens: passagem aérea (-16,30% para -15,08%), serviços bancários (0,01% para 0,21%), computador e periféricos (1,12% para 2,57%) e mensalidade para TV por assinatura (0,00% para 0,23%).

Em contrapartida, os grupos Alimentação (0,50% para 0,49%) e Vestuário (-0,22% para -0,27%) apresentaram recuo em suas taxas de variação. Nestas classes de despesa, vale citar os itens: hortaliças e legumes (5,75% para 4,26%) e roupas (-0,12% para -0,17%).

O grupo Saúde e Cuidados Pessoais repetiu a taxa de variação de 0,24% registrada na última apuração. As principais influências partiram dos itens: medicamentos em geral (0,20% para 0,42%), em sentido ascendente, e artigos de higiene e cuidado pessoal (-0,01% para -0,20%), em sentido descendente.

(Redação – Investimentos e Notícias)