Micro e pequenas empresas impulsionam alta de 8,6% da inadimplência em novembro de 2019

  •  
Micro e pequenas empresas impulsionam alta de 8,6% da inadimplência em novembro de 2019 Foto: Divulgação Micro e pequenas empresas impulsionam alta de 8,6% da inadimplência em novembro de 2019

A inadimplência de empresas chegou a 6,05 milhões em novembro de 2019, aumento de 8,6% em relação ao mesmo mês do ano anterior. O volume foi impulsionado pelos micro e pequenos negócios, que representam a maioria (94,4%) dos empreendimentos com contas atrasadas e negativadas. O segmento de Serviços foi destaque, sendo a metade do total daqueles com contas atrasadas e negativadas. Na análise da inadimplência das empresas como um todo, a variação foi de 0,7% com relação a outubro de 2019.

O economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, explica que o grande volume de micro e pequenos negócios no país, aliados à dificuldade em gerar caixa para companhias de Serviços, fez com que o índice aumentasse. “A melhora econômica não foi homogênea, fazendo com que as vendas fossem prejudicadas naquelas áreas que dependem mais da renda dos consumidores para crescer, como é o caso de Serviços. E como a maior parte dos novos negócios são de portes menores, atuantes neste setor, temos o resultado da grande representatividade entre os negativados”.

Região Sul teve a maior alta no nível de inadimplência
Com a segunda maior representatividade de empresas inadimplentes (15,8%) no Brasil, a região Sul é a que mais cresce no número de companhias negativadas em um ano, com alta de 13,5% entre novembro/18 e novembro/19. A região é seguida pelo Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e Norte, todas com crescimento no período analisado.

(Redação - Investimentos e Notícias)