Preço do diesel registra variação de até 13%, revela Ticket Log

  •  
Preço do diesel registra variação de até 13%, revela Ticket Log Foto: Divulgação

O preço médio do diesel voltou a subir nos postos brasileiros, revela o levantamento de julho do Índice de Preços Ticket Log (IPTL). Depois de um período de baixa, o litro - vendido em média a R$ 3,749 - registrou avanço de 0,5% sobre os R$ 3,729 do mês anterior. Na Região Norte, o valor médio passou dos R$ 4, e foi o litro mais caro de todo o Brasil: R$ 4,021. A diferença chega a 13%, quando o preço é comparado à média dos postos da Região Sul, R$ 3,469.

"O reajuste anunciado pela Petrobrás no fim do mês deve começar a se refletir nas bombas em agosto. Dessa, forma temos a previsão de mais um avanço no litro do diesel, bem como para os outros combustíveis, no próximo período", comenta o Diretor-Geral de Frota e Soluções de Mobilidade da Edenred Brasil, Jean-Urbain Hubau (Jurb).

As Regiões Sul e Sudeste seguem liderando com os menores preços, com médias de R$ 3,469 e R$ 3,603, respectivamente. O Paraná se destaca com o menor valor do litro, vendido a R$ 3,314. Já a redução mais significativa para o combustível foi registrada em Roraima, com recuo de 2,3% e o litro vendido a R$ 3,812, ante os R$ 3,902 de junho. No Centro-Oeste e no Nordeste, o preço médio do combustível também recuou: 0,6% e 0,4%, respectivamente.

Além da variação por Estado, o IPTL apresenta o preço médio do diesel em diferentes trechos das principais rodovias brasileiras. Na Fernão Dias, o veículo que sair de São Paulo e for abastecido no trecho de Minas Gerais encontra um valor 4,7% mais caro. O mesmo acontece na Rodovia Presidente Dutra, de São Paulo ao Rio de Janeiro, o motorista encontra um aumento de R$ 0,16 no diesel.

Diesel S-10
Ao contrário do tipo de combustível comum, o preço médio do diesel S-10 ficou mais barato em julho, com baixa de 1,3%, com o litro a R$ 3,82. O recuo mais significativo ocorreu nas bombas da Região Sul, com média de 0,95% e o litro vendido a R$ 3,552, o menor valor da média nacional. Já o Norte registrou alta de 0,89%, com o litro vendido a R$ 4,074, o mais caro de todo o território nacional. Nas Regiões Sudeste e Nordeste o recuo foi de 0,38% e 0,23%, respectivamente.

O IPTL é um índice mensal de preços de combustíveis levantados com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, que traz grande índice de confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo. A Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, conta com 25 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, oferecendo soluções modernas e inovadoras, a fim de simplificar os processos diários.

(Redação - Investimentos e Notícias)