Dia dos Pais não evita queda da atividade do comércio

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, houve retração de 0,9% na atividade varejista no país durante o mês de agosto/16 (na comparação com julho/16), já descontados os efeitos sazonais. Na comparação com o mesmo mês do ano passado (agosto/15), houve retração de 5,7% na movimentação dos consumidores. Apesar de ter sido a décima terceira queda consecutiva neste critério de comparação, foi a menor dos últimos 11 meses. No acumulado do ano, isto é, até agosto de 2016, o comércio varejista registra queda de 7,9% perante o mesmo período do ano passado.

Vendas para o Dia dos Pais crescem 12% no comércio eletrônico

O Dia dos Pais colaborou no aumento das vendas pela Internet nos dias que antecederam a data, 14 de agosto, registrando crescimento nominal de 12% no faturamento do setor, na comparação com 2015. De acordo com levantamento realizado pela Ebit, empresa especializada em informações de comércio eletrônico, entre 30 de julho e 13 de agosto, os e-consumidores foram responsáveis por aproximadamente 4 milhões de pedidos efetuados, que geraram receita de R$ 1,76 bilhão para as lojas virtuais.

Faturamento do varejo no Dia dos Pais tem queda de 10,6%, estima FecomercioSP

A expectativa de recuperação das vendas do comércio varejista no país não se confirmou no Dia dos Pais e mostrou mais uma queda em 2016. A estimativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) aponta que o comércio faturou R$ 36,5 bilhões na semana que antecede a data, R$ 4,3 bilhões a menos do que no ano passado e que representa um recuo de 10,6%.

Vendas parceladas no Dia dos Pais recuam 7,15%, aponta SPC Brasil

As expectativas pessimistas dos comerciantes brasileiros para as datas comemorativas de 2016 se confirmaram e o comércio varejista registrou uma nova queda nas vendas para o Dia dos Pais. De acordo com o indicador calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), as vendas a prazo caíram 7,15%, entre os dias 7 e 13 de agosto, na comparação com o mesmo período do ano passado. É a terceira queda consecutiva, mas em um ritmo menos intenso que em 2015: em anos anteriores, as variações foram de -11,21% (2015), -5,09% (2014), +3,78% (2013), +4,75% (2012), +6,86% (2011) e +10% (2010).

Maior parte dos brasileiros não pretende presentear no Dia dos Pais

Os pais não devem esperar muito do próximo domingo. De acordo com pesquisa realizada pela Kantar Worldpanel, 32% dos brasileiros não pretendem presentear na data. Entre os que não abrem mão de agradar o familiar, 31% esperam gastar até R$ 50, enquanto 25% estão dispostos a investir até R$ 100. Apenas 12% devem ultrapassar os R$ 100 na hora das compras.

Desempenho positivo do comércio eletrônico no Dia dos Pais mostra sinais de recuperação do setor, aponta FecomercioSP

Após os bons resultados de vendas online com o Dia das Mães e dos Namorados, o desempenho positivo do comércio eletrônico no Dia dos Pais mostra sinais de recuperação do setor. É o que prevê a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), por meio de seu Conselho de Comércio Eletrônico.

Assinar este feed RSS