Procon-SP constata queda de 0,18% na cesta básica

O valor da cesta básica no município de São Paulo registrou queda de 0,18%, no período de 1/4 a 7/4, revela pesquisa diária da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, em convênio com o Dieese. O preço médio, que no dia 31/3 era R$ 660,38 passou para R$ 659,21 em 7 de abril.

Procon-SP constata alta de 0,38% na cesta básica

O valor da cesta básica no município de São Paulo registrou alta de 0,38%, no período de 28/3 a 31/3, revela pesquisa diária da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, em convênio com o Dieese. O preço médio, que no dia 24/3 era R$ 657,87 passou para R$ 660,38 em 31 de março.

 

Procon-SP constata queda de 0,47% na cesta básica

O valor da cesta básica no município de São Paulo registrou queda de 0,47%, no período de 19/2 a 25/2, revela pesquisa diária da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, em convênio com o Dieese. O preço médio, que no dia 18/2 era R$ 652,80 passou para R$ 649,72 em 25 de fevereiro.

Procon-SP constata alta de 0,75% na cesta básica

O valor da cesta básica no município de São Paulo registrou alta de 0,75%, no período de 12/2 a 18/2, revela pesquisa diária da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, em convênio com o Dieese. O preço médio, que no dia 11/2 era R$ 647,95 passou para R$ 652,80 em 18 de fevereiro.

Procon-SP autua postos de combustíveis devido aos preços

A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP), órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo, iniciou uma fiscalização em postos de combustíveis que tem adotado prática lesiva aos consumidores. Na primeira etapa, foram nove postos visitados e todos autuados por expor em destaque preços mais baixos do que os cobrados nas bombas e, em letras muito pequenas, com uma observação que o desconto era válido em horários restritos, geralmente durante a madrugada. O Código de Defesa do Consumidor (CDC) estabelece em dois artigos que o preço deve ser apresentado de forma clara, ostensiva e precisa. A operação seguirá durante o dia de hoje.

Procon-SP não funcionará no dia 30 de outubro

O Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo informa que, devido a transferência do feriado em comemoração ao Dia do Funcionário Público de 28 para 30 de outubro, as audiências, administrativo, Ouvidoria, atendimento telefônico (151), atendimento eletrônico, e os postos de atendimento pessoal, nos Poupatempos Sé, Santo Amaro e Itaquera não funcionarão entre sexta-feira, 30 de outubro, e segunda-feira, 2 de novembro (Dia de Finados). Os Núcleos Regionais do Procon-SP em Campinas, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba, Ribeirão Preto, Santos, Bauru e Presidente Prudente também acompanham está programação

Preço de produtos de higiene para bebês pode variar 277%

Para orientar o consumidor, a Fundação Procon-SP, órgão ligado a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, fez um levantamento dos preços dos produtos de higiene voltado para bebês. A coleta, realizada entre os dias 17 e 19 de agosto, envolveu 11 produtos de diversas marcas – fralda, lenço/toalha umedecida, creme para assaduras, xampu, condicionador, sabonete líquido e em barra, talco, colônia, loção hidratante e haste flexível – totalizando 245 itens. A maior diferença encontrada foi de 277,54 % no pacote de fraldas Pampers Supersec, XG, 12 a 16kg, 18 unidades, cujo preço variou de R$ 6,99 (Drogaria Onofre) a R$ 26,39 (Futurama Supermercados).

Assinar este feed RSS