Atividade industrial teve desempenho menos negativo em maio

O desempenho da indústria foi menos negativo em maio do que em abril deste ano. A Sondagem Industrial, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta sexta-feira (19), mostra que os índices que medem o desempenho da indústria começam a se distanciar dos piores momentos da crise provocada pelo novo coronavírus, embora a atividade industrial ainda continue em queda. 

Queda da atividade industrial registra novo recorde

A Sondagem Industrial divulgada nesta quarta-feira (20), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra um recuo sem precedentes na atividade industrial brasileira tanto em intensidade quanto em alcance, entre março e abril deste ano, devido aos efeitos da crise provocada pelo coronavírus. O índice de evolução da produção registrou 26 pontos em uma escala de 0 a 100. Nessa metodologia, os valores abaixo de 50 pontos mostram queda.

Indicadores de atividade industrial têm quedas expressivas, mostra CNI

2016 foi um ano de muitas dificuldades para a indústria. Os indicadores de atividade industrial, divulgados nesta segunda-feira, 30, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostraram expressivas quedas na comparação com 2015. O faturamento real recuou 12,1% e as horas trabalhadas, 7,6%. Os dados de mercado de trabalho também foram negativos: na comparação com 2015, o emprego caiu 7,5%, a massa salarial, 8,6% e o rendimento médio 1,2%. A utilização da capacidade instalada (UCI) permaneceu baixa ao longo de todo o ano, 2 pontos percentuais abaixo da média de 2015 e 4,9 pontos percentuais abaixo da média entre 2003 e 2014.

Atividade industrial paulista recua 1,0% em maio

Em maio, o Indicador de Nível de Atividade (INA) da indústria paulista registrou queda de 1,0% em relação ao mês anterior, na leitura com ajuste sazonal. Na série sem ajuste, acumulou retração de 8,9% em 12 meses.

Atividade industrial está em queda, mostra CNI

A atividade da indústria continuou em queda em maio, mas o recuo foi menos intenso que os verificados em abril e no mesmo período de 2015, informou hoje (17) a Confederação Nacional da Indústria (CNI), no boletim Sondagem Industrial. O índice de evolução da produção ficou em 45,5 pontos em maio contra 42,4 em abril.

Assinar este feed RSS