Focus mostra PIB em -3,71% em 2016, revela BC

Divulgado nesta segunda-feira, 06, pelo Banco Central (BC), o boletim Focus, apontou divergências na projeção dos analistas do mercado financeiro para o desempenho da economia brasileira em 2016 e 2017.

Reservas internacionais do BC fecham o mês em R$ 374,8 bi

As reservas internacionais do Banco Central, uma espécie de poupança que protege o Brasil contra crises externas, cresceu US$ 12,6 bilhões em maio. Com o incremento, esse colchão de segurança chegou a US$ 374,810 bilhões no fim de maio. As reservas, nesse período, foram influenciadas pela cotação do dólar, que aumentou frente o real.

Investidores de olho na Europa

Nesta quinta-feira, 02, as principais bolsas de valores globais devem apresentar movimentos opostos, com investidores de olho na decisão de política monetária na zona do euro. Diante deste cenário, os índices europeus operam em campo positivo e as bolsas norte-americanas apresentam perdas.

CMN define regras para a retenção de cédulas e moedas de legitimidade duvidosa

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a Resolução nº 4.492, que obriga a retenção, pelas instituições financeiras, das cédulas e moedas metálicas nacionais de legitimidade duvidosa encontradas no numerário sob sua responsabilidade. E autoriza o BC a definir prazos para o envio desse numerário, nas condições estabelecidas em regulamentação própria que será editada posteriormente, caso não tenham sido objeto de requisição judicial ou policial.

Empresas podem acessar online extrato de informações financeiras do BC

O acesso ao Registrato - Extrato do Registro de Informações no Banco Central, disponibilizado até agora para pessoas físicas, foi ampliado para empresas. O anúncio foi feito hoje (16) pelo diretor de Fiscalização do Banco Central, Anthero de Moraes Meirelles, na abertura da Semana Nacional de Educação Financeira, na sede da instituição, em Brasília.

Kirchner é processada no caso de venda de dólares do BC

A Justiça argentina decidiu processar e embargar bens da ex-presidente Cristina Kirchner (2007-2015) por sua suposta responsabilidade em operações cambiais do Banco Central que deram um grande prejuízo ao governo, revelou nesta sexta-feira uma fonte judicial.

Assinar este feed RSS