Contra a recessão, a receita é mudança na postura fiscal

Os resultados do PIB divulgados hoje confirmaram a forte recessão pela qual passa economia brasileira. A queda de 3,8% do PIB no ano passado é a maior desde 1996. Como se não bastasse, as projeções de 2016 apontam para outro ano de forte retração. Esse quadro é disseminado, mas afeta com maior intensidade dois determinantes da capacidade de crescimento futuro do país: os investimentos (-14,1%) e a indústria de transformação (-9,7%). Com efeito, ambos voltaram no tempo, o primeiro ao nível de 2009 e o segundo, ao de 2005.

Crise econômica ameaça conquistas sociais, diz FIRJAN

O Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal (IFDM), divulgado nesta quinta-feira, dia 3, indica que o desenvolvimento socioeconômico do país está comprometido por conta do cenário econômico. Nesta nova edição, o IFDM aponta que, já em 2013, a nota brasileira, composta pelos indicadores de Educação, Saúde, Emprego e Renda, ficou em 0,7441 ponto, com aumento de apenas 0,2% na comparação com o ano anterior. Foi o menor avanço desde o início da série histórica do índice, em 2005, refletindo principalmente o desempenho negativo do IFDM Emprego e Renda. O indicador recuou 4,3% na comparação com 2012 e atingiu 0,7023 ponto.

VZA Expomídia lança projeto para Firjan na Brasil Offshore

A VZA Expomídia criou e produziu para o SENAI e SESI / Sistema Firjan o posicionamento de comunicação no evento Brasil Offshore, em Macaé, durante os dias 23 a 26 de junho. Parceira das indústrias da cadeia de petróleo e gás, a Federação representa a importância do setor no Rio de Janeiro, onde estão concentradas cerca de 80% das reservas de petróleo, 60% das reservas de gás natural do Brasil e os principais fornecedores dessa cadeia produtiva.

Maioria das cidades paulistanas possui gestão difícil, aponta FIRJAN

O Índice FIRJAN de Gestão Fiscal (IFGF) divulgado nesta quinta-feira, dia 18, pelo Sistema FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro), revela que a maioria das cidades paulistas (377 ou 59,9%) apresenta situação fiscal difícil e 98 (15,6%) possuem situação crítica, enquanto 149 (23,7%) têm boa gestão e apenas cinco (0,8%) possuem administração de excelência. Essas cinco que se destacam são Indaiatuba, que ocupou a primeira posição no ranking estadual, Hortolândia, Araras, Guararema e Ilhabela. Apesar do resultado, o estado de São Paulo está em uma posição favorável em relação ao restante do país, pois o percentual de prefeituras com avaliação positiva no índice (24,5%) é substancialmente superior à proporção nacional (15,8%).

FIRJAN: Programa de concessões sinaliza mudança, mas não ousa

A nova etapa do Programa de Investimentos em Logística é mais uma sinalização da mudança de rumo na condução da política econômica. Assim como o ajuste fiscal, destravar os investimentos é condição fundamental à retomada do crescimento econômico. E a maior participação do setor privado é peça-chave neste processo, tendo em vista a restrição fiscal que enfrenta o setor público brasileiro, em especial a impossibilidade de novos aumentos da carga tributária para custear a grande demanda por investimentos existente no país.

FIRJAN defende ajuste que priorize diminuição dos gastos públicos e programa de privatizações

O anúncio de mais uma elevação da taxa básica de juros, logo após a divulgação dos frustrantes resultados do PIB nesse primeiro trimestre, expõe de maneira clara o dilema entre inflação e crescimento pelo qual a economia brasileira passa. Esse resultado é mais um capítulo da severa crise econômica que enfrentamos, que tem sua raiz na erosão da confiança das famílias e das empresas.

FIRJAN prevê perda de R$ 64 bi com feriados de 2015

A indústria brasileira poderá perder até R$ 64,6 bilhões neste ano por conta de 11 feriados nacionais e 32 estaduais que caem em dia de semana. O valor representa cerca de 4,8% do PIB (Produto Interno Bruto) industrial brasileiro, frente a 3,6% em 2014. Os dados são do estudo “O Custo Econômico dos Feriados para a Indústria”, divulgado nesta terça-feira, dia 10, pelo Sistema FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro). Neste ano, o país terá, em dias de semana, três feriados nacionais e um estadual a mais que no ano passado.

Assinar este feed RSS