Confiança de Serviços sobe 11,2 pontos em junho

O Índice de Confiança de Serviços (ICS), da Fundação Getulio Vargas, subiu 11,2 pontos em junho, para 71,7 pontos. Apesar de ter acumulado 20,6 pontos nos últimos dois meses, o índice recupera apenas 48% das perdas sofridas no bimestre março-abril desse ano.

Setor de serviços tem queda de 11,7% em abril

Em abril de 2020, o volume de serviços no Brasil caiu 11,7% frente a março, na série com ajuste sazonal, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Este é o resultado negativo mais intenso desde o início da série histórica (janeiro de 2011). Trata-se da terceira taxa negativa seguida, com acúmulo de perda de 18,7% neste período. A queda em abril é consequência, em grande parte, das medidas de isolamento social por causa da covid-19.

Confiança de Serviços volta a subir em maio

O Índice de Confiança de Serviços (ICS), da Fundação Getulio Vargas, subiu 9,4 pontos em maio, para 60,5 pontos, após atingir em abril, o menor nível da série histórica iniciada em junho de 2008. Apesar da alta, o índice recupera apenas 21,7% das perdas sofridas nos últimos dois meses.

Setor de serviços cai 6,9% em março

Em março de 2020, o volume de serviços no Brasil caiu 6,9% frente a fevereiro, na série com ajuste sazonal, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Este é o resultado negativo mais intenso desde o início da série histórica (janeiro de 2011). Os impactos observados foram sentidos especialmente no último terço do mês de março, quando começaram as medidas de isolamento social devido à Covid-19. Em fevereiro, o índice havia recuado 1,0% frente ao mês anterior.

Confiança de Serviços recua em abril de 2020

O Índice de Confiança de Serviços (ICS), da Fundação Getulio Vargas, recuou 31,7 pontos em abril, para 51,1 pontos, atingindo o menor nível da série histórica iniciada em junho de 2008. O resultado contribui com uma perda acumulada de 45,1 pontos no ano.

Setor de serviços cai -1,0% em fevereiro, mostra IBGE

Em fevereiro de 2020, o volume de serviços no Brasil caiu 1,0% frente a janeiro, na série com ajuste sazonal. Esse foi o resultado negativo mais intenso desde julho de 2018 (-3,1%), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na série sem ajuste sazonal, no confronto com fevereiro de 2019, o volume de serviços avançou 0,7%. No acumulado no ano houve alta de 1,2% frente a igual período do ano anterior. O acumulado nos últimos doze meses avançou 0,7% em fevereiro de 2020 e mostrou perda de ritmo frente a janeiro (1,0%). 

Índice de confiança de serviços recuou em março

O Índice de Confiança de Serviços (ICS), da Fundação Getulio Vargas, caiu 11,6 pontos em março, para 82,8 pontos, acumulando queda de 13,4 pontos no primeiro trimestre de 2020. Em médias móveis trimestrais, o índice recuou 4,5 pontos.

Assinar este feed RSS