Valor da cesta básica em 2019 sobe em 16 das 17 capitais

  •  
Valor da cesta básica em 2019 sobe em 16 das 17 capitais Foto: Divulgação

Segundo dados do DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), divulgados nesta quinta-feira, 9, o preço da cesta básica subiu em 16 das 17 capitais brasileiras. As altas mais expressivas, entre dezembro de 2018 e 2019, de acordo com o levantamento, foram registradas em Vitória (23,64%), Goiânia (16,94%), Recife (15,63%) e Natal (12,41%). Já a menor variação positiva ocorreu em Salvador (4,85%). Em Aracaju, o acumulado em 12 meses foi negativo (-1,89%).

A entidade mostrou que entre novembro e dezembro de 2019, o valor da cesta subiu em todas as cidades, sendo destaques os municípios de Goiânia (13,64%), Rio de Janeiro (13,51%) e Belo Horizonte (13,04%).

Em dezembro de 2019, o maior custo do conjunto de bens alimentícios básicos foi apurado no Rio de Janeiro (R$ 516,91), seguido por Florianópolis (R$ 511,70) e São Paulo (R$ 506,50). Os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 351,97), Salvador (R$ 360,51) e João Pessoa (R$ 373,56).

A alta no preço da cesta básica em dezembro foi puxada principalmente pela carne bovina, cujo valor subiu em todas as capitais.

Além disso, o DIEESE estima mensalmente o valor do salário mínimo necessário para o suprimento das necessidades do trabalhador. Segundo a instituição, em dezembro de 2019, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a R$ 4.342,57 ou 4,35 vezes o mínimo de R$ 998,00.

Em novembro, o mínimo necessário correspondeu a R$ 4.021,39, ou 4,03 vezes o piso vigente. Já em dezembro de 2018, o salário mínimo necessário foi de R$ 3.960,57, ou 4,15 vezes o piso em vigor, que equivalia a R$ 954,00.

(Redação - Investimentos e Notícias)