Vendas no varejo crescem 2,9% em novembro

  •  
Destaque Vendas no varejo crescem 2,9% em novembro (Foto: Pexels) Vendas no varejo crescem 2,9% em novembro

Em novembro de 2018, o comércio varejista nacional cresceu 2,9% frente a outubro, na série com ajuste sazonal, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, a variação da média móvel do trimestre encerrado em novembro foi de 0,4%.

Na série sem ajuste sazonal, frente a novembro de 2017, o volume de vendas do comércio varejista cresceu 4,4%. O acumulado no ano foi 2,5% em novembro, enquanto o acumulado nos últimos 12 meses ficou em 2,6%.

Frente a novembro de 2017, o volume de vendas no varejo ampliado subiu 5,8%, décima oitava taxa positiva seguida. O acumulado no ano desta comparação ficou em 5,4%, enquanto que o acumulando nos últimos 12 meses foi de 5,5%. 

A alta de 2,9% no volume de vendas do comércio varejista de outubro para novembro de 2018, série com ajuste sazonal, foi acompanhada por resultados positivos em seis das oito atividades pesquisadas, com destaque para os segmentos de Outros artigos de uso pessoal e doméstico (6,9%), Móveis e eletrodomésticos (5,0%) e Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (2,8%), beneficiados por promoções anunciadas em novembro.

As outras taxas positivas foram em Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (1,7%), Tecidos, vestuário e calçados (1,7%) e Combustíveis e lubrificantes (0,1%). Por outro lado, as duas quedas foram nas atividades de Livros, jornais, revistas e papelaria (-1,9%) e Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação  (-0,2%).

De outubro para novembro de 2018, na série com ajuste sazonal, as vendas no comércio varejista avançam em 25 das 27 Unidades da Federação, com destaque, em termos de magnitude de taxa, para Bahia (8,7%), Rondônia (8,2%) e Maranhão (7,7%). Os recuos foram registrados em Tocantins (-0,5%) e Roraima (-0,1%).

O comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de Veículos, motos, partes e peças e de Material de construção, avançou 1,5% em relação a outubro e a média móvel trimestral variou -0,1%.

No comércio varejista ampliado, 26 estados mostraram aumento nas vendas, com destaque para Rondônia (7,4%), Sergipe (6,4%) e Pará (6,2%). O único com resultado negativo nessa comparação foi em Roraima (-1,5%).

(Redação – Investimentos e Notícias)