Juros baixos precisam chegar ao crédito, aponta Abit

O presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Fernando Valente Pimentel, afirma que a redução na taxa Selic, realizada pelo BC nesta quarta-feira, 11, é muito positiva. Segundo a entidade, "a possibilidade de que o Brasil possa passar a ter juros estimulantes para a economia real" é um caminho bastante promissor. Porém, é preciso lembrar que a queda das taxas para o poupador deve se refletir rapidamente na ponta da concessão de crédito.

  • Publicado em Economia

Caixa anuncia nova redução nas taxas de juros

Após a divulgação de nova redução da taxa básica de juros da economia (Taxa Selic), a CAIXA anuncia a adoção de taxas ainda menores no crédito habitacional e em produtos de crédito pessoal. Ao longo do ano, o banco vem reduzindo as taxas ofertadas aos seus clientes, acompanhando o cenário de queda do indicador de janeiro a dezembro de 2019.

Busca do consumidor por crédito cresce 17,2% em novembro

O Indicador Serasa Experian de Demanda do Consumidor por Crédito mostrou um aumento de 17,2% no volume de solicitações em novembro de 2019. A região Norte impulsionou a alta, apresentando variação positiva de 22,4% no comparativo com o mesmo mês do ano anterior – as demais também tiveram crescimento significativo neste mês. Na análise com outubro/19, houve queda de -4,5%.

  • Publicado em Economia

Banco Central decide ampliar a portabilidade de crédito

A abrangência da portabilidade de crédito acaba de ser ampliada. Segundo informações do Banco Central, divulgadas na quarta-feira, 27, houve mudanças na sistema de crédito e entre os principais pontos estão a inclusão das operações com cheque especial, a criação do "Documento Descritivo de Crédito" (DDC) e possibilidade de operações de crédito imobiliário contratadas fora do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) serem enquadradas no SFH na portabilidade.

Crédito ampliado atingiu R$10 trilhões, mostra BC

O Banco Central (BC) divulgou nesta sexta-feira, 25, que o crédito ampliado atingiu R$10 trilhões (142,2% do PIB) em setembro, aumentando 1,3% no mês e 3,7% no terceiro trimestre, ante 1,8% no mesmo trimestre do ano anterior. No mês, destacaram-se os títulos de dívida (+2,7%), seguido por empréstimos e financiamentos (+1%). 

  • Publicado em Economia

Crédito ampliado totalizou R$9,7 tri em julho

Em julho, o crédito ampliado totalizou R$9,7 trilhões (137,6% do PIB), mantendo estabilidade na comparação mensal, segundo dados do Banco Central (BC). O saldo de títulos de dívida cresceu 1,1%, destacando-se os aumentos em títulos privados (variação de 3,9%, notadamente debêntures) e instrumentos securitizados (2,6%, sobressaindo os direitos creditórios na carteira de fundos). O saldo de empréstimos e financiamentos e a dívida externa registraram reduções de 0,1% e 2%, respectivamente, refletindo, no caso das captações externas, o efeito da apreciação cambial do período. Na comparação interanual, o crédito ampliado cresceu 8,4%, com expansões em seus três componentes (empréstimos e financiamentos: 5,3%; títulos de dívida: 11% e dívida externa: 9%). 

Cai otimismo dos empresários em relação a investimentos e crédito

Depois de um 1º trimestre mais otimista para os negócios, os empresários brasileiros começam a olhar o cenário econômico com um pouco mais de cautela e preveem perspectivas menos animadoras para os próximos meses de 2019. Foi o que constatou a Pesquisa Perspectiva Empresarial da Boa Vista, feita com pouco mais de mil empresários, em todo o país, ao longo do 2º trimestre.

Assinar este feed RSS

Warning: mysqli_close(): Couldn't fetch mysqli in /home/investimentosenoticias/www/libraries/joomla/database/database/mysqli.php on line 141