Número de ações locatícias em SP tem queda de 3,2%

De acordo com dados do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) obtidos pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação), em abril, foram protocoladas 1.433 ações relacionadas ao mercado de locação na capital paulista, uma redução de 3,2% em relação ao mês de março (1.481 ações). Em comparação com abril de 2018, quando foram contabilizados 1.650 processos, a queda foi de 13,2%.

 

SP, Rio e Brasília registam queda de vacância no 1T19

Levantamentos da empresa de pesquisa imobiliária Buildings apontam que houve queda na taxa de vacância nos principais mercados brasileiros de imóveis corporativos, no primeiro trimestre de 2019. Em São Paulo, o mercado corporativo classe A teve queda na taxa de vacância de 1,98%, fechando o primeiro tri do ano com 17,30%, enquanto no quarto tri de 2018, a taxa do segmento era de 19,28%.

Registro de compra e venda de imóveis cresce 6,4% em SP

Inadimplência em queda e venda de imóveis em alta na capital paulista. Segundo os Indicadores do Registro de Imóveis do Brasil, em fevereiro deste ano as transações de compra e venda em São Paulo cresceram 6,4% em relação a janeiro, e 23,6% em comparação com fevereiro de 2018. Nos últimos 12 meses houve alta de 14,3% em relação ao período anterior.

Setor de serviços da cidade de SP encerra 2018 com alta de 14,7%

O setor de serviços na cidade de São Paulo obteve sua 24ª alta consecutiva, faturamento de R$ 35,1 bilhões em dezembro, a maior cifra para o mês desde o início da série histórica, em 2010. Em comparação ao mesmo período de 2017, houve crescimento de 11,3%, o que representa um montante R$ 3,5 bilhões superior nas receitas do setor. Em 2018, a elevação foi de 14,7%, ganho de R$ 345,8 bilhões durante o ano.

  • Publicado em Economia

Faturamento dos supermercados de SP registra R$ 103 bi em 2018

A Associação Paulista de Supermercados (APAS) divulgou os resultados do setor no ano de 2018 com destaque positivo para o faturamento, já que o Índice de Vendas dos Supermercados (IVS) fechou em alta de 2,32%, no quesito de mesmas lojas. Com isso, o faturamento nominal do Estado ficou em R$ 103 bilhões.

 

Governo de SP inicia venda de ativos do FII em março

O governador João Doria, o vice-governador, Rodrigo Garcia, e o secretário da Fazenda e Planejamento, Henrique Meireles, anunciaram nesta sexta-feira, 18/1, que a partir do mês de março será iniciada a comercialização dos imóveis que compõem o portfólio do Fundo de Investimentos Imobiliário do Estado de São Paulo (FII). A carteira é composta de 264 imóveis, distribuídos em 56 municípios e valor estimado de R$ 1 bilhão. Estes recursos serão utilizados em investimentos na área de saúde, educação, segurança pública e habitação, como prioridade.

Serviços deve impulsionar a retomada de empregos em SP

Em 2018, as contratações no varejo, atacado e setor de serviços paulista devem superar os desligamentos. Em conjunto, os três setores devem abrir 99.897 postos de trabalho encerrando o ano com 9.988.690 empregos com carteira assinada. É o que estima a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

  • Publicado em Economia
Assinar este feed RSS