Saiba se está no primeiro lote do IR ou na malha fina

A consulta ao primeiro lote de restituições do Imposto de Renda 2016 será liberada pela Receita Federal libera nesta quarta-feira (8), a partir das 9h. Estão nessa primeira leva 1,61 milhão de contribuintes e soma R$ 2,65 bilhões. Do número total de contribuintes do primeiro lote, 1,49 milhão são idosos e 113,76 mil possuem alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave. Essas pessoas têm prioridade no recebimento. Os depósitos nas contas dos contribuintes acontecerão no dia 15 de junho. 

Ministério da Fazenda divulgará dados sobre desigualdade com base no IR

O Ministério da Fazenda passará a divulgar, com base nos dados do Imposto de Renda (IR), um relatório anual sobre a distribuição de renda e riqueza entre a população brasileira. O secretário de Política Econômica da pasta, Manoel Pires, disse que as informações ajudarão a subsidiar discussões, como, por exemplo, sobre a progressividade do IR e a criação de uma faixa específica para a parcela mais rica da população.

Ourominas oferece serviço de remessa ao exterior isento de IR

A Ourominas, empresa que atua no segmento de compra e venda de moedas estrangeiras e ouro, oferece um produto ágil e prático para a transferência de dinheiro entre países. Sem utilizar cartão de crédito ou conta bancária, usando apenas um documento de identificação com foto e comprovante de residência, amigos e familiares podem transferir a quantia em espécie para mais de 200 países, sem que incida sobre a operação o imposto de 25% para remessas ao exterior. A facilidade é fornecida pela MoneyGram, uma das maiores empresas de transferência de dinheiro do mundo, da qual a Ourominas é representante no Brasil.

Receita paga hoje quarto lote de restituições do Imposto de Renda

A Receita Federal deposita hoje (15) na rede bancária o dinheiro relativo ao quarto lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2015 (IRPF 2015). Neste lote de setembro, o número de contribuintes com direito à restituição do IRPF 2015 chega a 2,119 milhões, que dividirão mais de R$ 2,4 bilhões. Foram liberadas também declarações dos exercícios de 2008 a 2014 que estavam retidas na malha fina, elevando para R$ 2,5 bilhões o total depositado esta semana.

Assinar este feed RSS