BRZ é a criptomoeda brasileira mais negociada no país

O BRZ é a criptomoeda brasileira mais negociada do país, segundo dados de agosto de 2019 a fevereiro de 2020 reportados pelas exchanges - bolsas de compra e venda de criptoativos - à Receita Federal. O volume de negociação do BRZ totalizou aproximadamente 93 milhões de dólares no período. O ativo é a segunda stablecoin mais negociada no país, só perdendo para o Tether (USDT), pareado ao dólar, e a quinta criptomoeda com maior volume de operação, à frente da Litecoin (LTC) e do Ether (ETH). 

Cripto ativos se apresentam como alternativa para investidores

Seguindo uma tendência mundial de juros baixos, o Copom (Comitê de Política Monetária) anunciou novo corte na taxa Selic. Com a redução de 0,5%, o Brasil passa a ter juros negativos, já que taxa básica é menor do que a inflação, 4% ao ano. É interessante observar que o corte da Selic corrige para baixo o rendimento da renda fixa, já que a Poupança, Tesouro Direto, CDBs, entre outro estão atrelados a taxa básica de juros. Nesse cenário, o mercado de cripto ativos se apresenta como uma alternativa interessante para os investidores que desejam maior rentabilidade.

Coinbase tem novo diretor de produtos

Um executivo do Google da Índia ingressou na Coinbase como novo diretor de produtos após 11 anos no Google. Ele pretende ajudar a Coinbase a tornar a criptomoeda popular. "Estou empolgado com o que a tecnologia de criptografia e blockchain pode fazer para democratizar nossos sistemas financeiros", disse o executivo, citando sua experiência de crescer na Índia e o trauma da desmonetização.

  • Publicado em Bitcoins
Assinar este feed RSS