Índice Nacional da Construção Civil recua em novembro

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE, apresentou variação de 0,24% em novembro, ficando 0,19 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa do outubro (0,43%). O acumulado no ano ficou em 4,18% e nos últimos doze meses em 4,36%, resultado abaixo dos 4,61% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. Em novembro de 2017 o índice foi 0,48%.

  • Publicado em Economia

Confiança do empresário da construção cresce em novembro

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) anunciou que o nível de atividade da indústria da construção ainda não apresenta resultados robustos de melhora. Por outro lado, os indicadores de expectativas mostram um otimismo expressivo dos empresários do setor.

  • Publicado em Economia

Confiança da Construção sobe 2,9 pontos em novembro

O Índice de Confiança da Construção (ICST), da Fundação Getulio Vargas, subiu 2,9 pontos em novembro. Após três altas consecutivas, o índice atingiu 84,7 pontos, maior nível desde janeiro de 2015 (85,4 pontos). Em médias móveis trimestrais, o índice avançou 1,8 ponto.

  • Publicado em Economia

Índice Nacional da Construção Civil varia 0,43% em outubro

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE, apresentou variação de 0,43% em outubro, caindo 0,02 ponto percentual em relação à taxa do mês anterior (0,45%). Os últimos doze meses foram para 4,61%, resultado acima dos 4,33% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. No ano, o acumulado ficou em 3,93%. Em outubro de 2017, o índice foi 0,16%.

  • Publicado em Economia

Indústria da construção registra nova queda na atividade

Os indicadores de nível de atividade e de emprego na indústria da construção voltaram a cair em setembro, o que confirma a estagnação do setor. O índice de nível de atividade recuou para 45,7 pontos e o de emprego foi para 45,1 pontos em setembro, informa a Sondagem Indústria da Construção, divulgada nesta segunda-feira (29), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os indicadores variam de zero a cem pontos. Quando estão abaixo dos 50 pontos, mostram redução da atividade e do emprego.

  • Publicado em Economia
Assinar este feed RSS