Debêntures Incentivadas representam mais de 35% das negociações no mercado secundário

  •  
Debêntures Incentivadas representam mais de 35% das negociações no mercado secundário Foto: Divulgação Debêntures Incentivadas representam mais de 35% das negociações no mercado secundário

As debêntures incentivadas – emitidas pela Lei 12.431 – representaram 35,4% do volume total de debêntures negociadas no mercado secundário em setembro, acumulando R$ 13,2 bilhões. De acordo com dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), no mesmo período do ano passado a participação desses papéis era de 27,5% do total. O destaque em 2018 ficou com os títulos destinados ao financiamento de infraestrutura, que proporcionam isenção de imposto de renda às pessoas físicas (debêntures do Artigo 2º da Lei 12.431).

Quanto ao número de operações, a participação das debêntures incentivadas passou de 77%, em setembro de 2017, para 82% (75,2 mil operações). O resultado comprova a característica de pulverização dos negócios com esses títulos entre os investidores brasileiros.

Até setembro deste ano, o volume total de debêntures negociadas no mercado secundário avançou 47,3% em relação ao mesmo período de 2017, passando de R$ 25,3 bilhões para R$ 37,3 bilhões. Entre as operações, o crescimento foi de 44,8% entre janeiro e setembro de 2018, atingindo 92,1 mil transações.

Na comparação com o mês anterior, o volume médio diário negociado no mercado secundário também evoluiu, passando de R$ 212 milhões, em agosto, para R$ 243 milhões em setembro, o que corresponde a avanço de 14,6%. Entre as operações, houve recuo de 19% na mesma base de comparação, totalizando 433 negócios (destes, 337 foram com debêntures incentivadas).

(Redação - Investimentos e Notícias)