Via Varejo realiza emissão de debentures de R$ 1 bi

A Via Varejo, dona das marcas Casas Bahia, Pontofrio e Extra.com.br, anuncia a emissão pública de debêntures simples atrelada a metas de sustentabilidade (ESG), não conversíveis em ações, com vencimento em até cinco anos, no valor de R$ 1 bilhão. Esta é a primeira emissão do tipo da companhia - e por qualquer empresa do setor - com condições atreladas ao cumprimento de metas de sustentabilidade.

BV coordena emissão de debêntures da Localiza

O BV foi coordenador exclusivo da 17ª Emissão de Debêntures da Localiza no valor de R$ 1,2 bilhão e prazo de 10 anos. A emissão previa a captação de R$ 1 bilhão, mas, a demanda, três vezes superior ao valor da oferta, fez com que a Localiza decidisse por aumentá-la para R$ 1,2 bilhão.

Azul anuncia que emitirá R$ 1,6 bilhão em debêntures

A Azul (AZUL4) anunciou que pretende captar R$ 1,6 bilhão, por meio da emissão de debêntures conversíveis em ações. Segundo a empresa, o dinheiro será utilizado para mitigar o impacto econômico da pandemia de coronavírus, já que as companhias aéreas estão entre as mais atingidas pelas medidas de isolamento social.

Debêntures remuneradas pela inflação têm recuperação

Segundo dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), as debêntures remuneradas pela inflação começaram um movimento gradual de recuperação após queda nas rentabilidades em março por causa da pandemia de Covid-19.

 

 

Odebrecht anuncia vencimento antecipado de debêntures

A Pentágono S.A. Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários, na qualidade de Agente Fiduciário da Odebrecht Energia S.A., anunciou que a empresa e outras empresas do grupo, protocolaram pedido de Recuperação Judicial distribuído por dependência aos autos do processo sob o n2 1050977-09.2019.8.26.0100.

Via Varejo aprova emissão de debêntures

A Via Varejo anunciou que o Conselho de Administração da Companhia aprovou, em reunião realizada em 18 de junho de 2020, dentre outras matérias a 5ª emissão pública de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em duas séries, da Companhia, para distribuição pública com esforços restritos de distribuição, nos termos da Instrução da CVM nº 476, de 16 de janeiro de 2009, conforme alterada (“Debêntures” e “Emissão”, respectivamente); e a autorização para possível aquisição, pela Companhia, de até 100% das notas promissórias comerciais da 2ª emissão da Companhia, a ser realizada através de uma oferta pública de aquisição a ser lançada pela Companhia em benefício de todos os titulares das referidas notas promissórias comerciais, com o consequente cancelamento das notas promissórias adquiridas.

(Redação – Investimentos e Notícias)

Assinar este feed RSS

Warning: mysqli_close(): Couldn't fetch mysqli in /home/investimentosenoticias/www/libraries/joomla/database/database/mysqli.php on line 141