Preço médio do aluguel residencial abre 2020 com alta

  •  
Preço médio do aluguel residencial abre 2020 com alta (Foto: Pexels) Preço médio do aluguel residencial abre 2020 com alta

O Índice FipeZap de Locação Residencial encerrou janeiro de 2020 com alta nominal de 0,38% em relação a dezembro de 2019. A variação observada superou o resultado mensal da inflação pelo IPCA/IBGE no último mês (+0,21%), resultando em uma alta real de 0,17% no preço médio de locação de imóveis residencial.

Entre as 11 capitais monitoradas pelo Índice FipeZap de Locação Residencial, Goiânia foi a que apresentou a maior elevação de preço no último mês (+1,56%) , seguida pelas altas registradas em Curitiba (+1,20%) e Recife (+1,03%). 

Vale notar que nenhuma das capitais monitoradas apresentou queda nominal no preço de locação residencial em janeiro, sendo as menores variação observadas em Fortaleza (+0,07%), Rio de Janeiro (+0,18%) e Belo Horizonte (+0,25%). Em São Paulo – cidade com maior peso no Índice FipeZap de Locação Residencial – a alta registrada foi de 0,32% em janeiro.

Com base em dados de todas 25 cidades monitoradas pelo Índice FipeZap de Locação Residencial, o preço médio do aluguel encerrou o primeiro mês de 2020 em R$ 29,89/m². Já entre as 11 capitais monitoradas, São Paulo se manteve como a capital com o preço médio de locação residencial mais elevado (R$ 39,74/m²), seguida pelo valor médio registrado em Brasília (R$ 30,81/m²) e no Rio de Janeiro (R$ 30,58/m²). Entre as capitais com menor valor de locação residencial em dezembro, destacaram-se: Goiânia (R$ 17,22/m²), Fortaleza (R$ 17,33/m²) e Curitiba (R$ 21,09/m²).

(Redação – Investimentos e Notícias)